Clicky

Home - Convergência Digital

Samsung faz acordo com Procon-SP para fornecer carregadores no Brasil

Convergência Digital - 09/02/2021

A Fundação Procon-SP e a Samsung assinaram um Termo de Compromisso Voluntário para que seja disponibilizado, sem custo, um carregador ao consumidor que adquirir o celular e solicitar o acessório, durante a pré-venda, para qualquer um dos modelos de smartphones da linha Galaxy S21, com custo de US$ 799 nos EUA, ou R$ 5800,00 com o dólar de hoje.

O acerto entre as partes vale apenas para o Brasil, em outros países a empresa manterá a forma de comercialização sem o fornecimento do acessório. De acordo com o Termo, os consumidores que comprarem o modelo durante o período da pré-venda (de 09/02 a 07/03), poderão solicitar o carregador pelo site www.samsungaparavoce.com.br, o acessório será entregue pela empresa em até 30 dias corridos, a contar do registro da solicitação.

Segundo o diretor executivo do Procon-SP, Fernando Capez, "trata-se de um acordo histórico com a Samsung válido somente para o Brasil, que sai na frente do mundo inteiro e que em março deverá ser transformado em acordo definitivo, já que não existe uma justificativa de caráter ambiental para esse tipo de procedimento. É uma promoção puramente de caráter econômico, se existe a preocupação ambiental o Procon-SP irá exigir a adoção de políticas de logística reversa a todos os fabricantes de eletrodomésticos e também montadoras de automóveis e celulares, essa será a próxima etapa", afirma.

O diretor da fundação informou ainda aguardar que a Apple também assuma esse compromisso com o consumidor. "O Procon está analisando e entende que se trata de venda casada, obrigar o consumidor a adquirir o aparelho e depois o carregador, não tem justificativa e a questão ambiental é uma simples desculpa".

Apple

No final de 2020 o Procon-SP notificou a Apple para que a empresa explicasse sobre a venda de novos modelos de IPhone sem o carregador. Em resposta, a empresa informou que como já existem muitos desses dispositivos no mundo, em geral, os novos não são utilizados e que a decisão teve como objetivo ajudar a reduzir a emissão de carbono e lixo eletrônico.

A Apple não demonstrou em sua resposta que o uso de acessórios antigos não possa comprometer o processo de carregamento e segurança do procedimento, tampouco que o uso de carregadores de terceiros não será usado como recusa para eventual reparo do produto durante a garantia legal ou contratual.

Apesar de informar que, ao retirar os carregadores da caixa, promoveria redução da emissão de carbono, de mineração e uso de materiais preciosos, a empresa não demonstrou esse ganho ambiental. A conduta da empresa está sendo analisada pela diretoria de fiscalização do Procon-SP.

* Com informações do Procon-SP

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

08/04/2021
Ministério da Justiça exige cadastro de redes sociais no Consumidor.gov.br

05/04/2021
Brasileiros apelam pelo fim do telemarketing em consulta da Anatel

22/03/2021
ANPD e Senacon firmam acordo para investigar vazamentos de dados

20/03/2021
Apple ignora cobranças do Procon-SP e leva multa de R$ 10,5 milhões

15/03/2021
Queixas sobre comércio eletrônico disparam 86% e alertam para proteção de dados

15/03/2021
Com Covid-19, telecom volta a ser campeã de reclamações

15/03/2021
ANPD: Consumidor deve ter cautela ao fornecer dados online

08/03/2021
Claro tem melhores notas no celular e TV paga, Oi concentra as piores avaliações

08/03/2021
Banda larga fixa é o serviço pior avaliado pelos consumidores

12/02/2021
Teles avançam com normativo de autorregulação para cobrança de produtos e serviços

Destaques
Destaques

Brasil está fora dos países liberados pela Espanha para o Mobile World Congress

Programado para acontecer de 28 de junho a 01 de julho, o organizador, GSMA, fechou um acerto com as autoridades espanholas para isentar os participantes das restrições impostas às pessoas de fora da União Europeia.

Highline se propõe a comprar licença 5G e oferecer espectro como serviço para ISPs

A proposta da empresa, explicou Luis Minoru, diretor de estratégia e novos negócios, é o de oferecer toda a infraestrutura na modalidade de serviço. Já há testes em andamento, não revelados, para o funcionamento da modalidade que inclui a operação de telefonia móvel.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Com rede sujeita a apagões, qual impacto do 5G na energia no Brasil?

Por Pedro Al Shara*

Segundo pesquisa da Vertiv, fornecedora de equipamentos e serviços para infraestrutura crítica, um aumento da ordem de 150% a 170% no consumo energético é projetado no setor de Telecom até 2026. Com toda a inovação que o 5G representa, mais dispositivos poderão acessar a internet móvel ao mesmo tempo, utilizando o mesmo sinal.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site