TELECOM

Embratel: desoneração do Fistel impulsionará as redes IoT no Brasil

Por Fábio Barros e Carlos Afonso ... 31/10/2019 ... Convergência Digital

O impacto que a Internet das Coisas terá sobre o mercado de telecomunicações foi tema de debate no Futurecom 2019, realizado de 28 a 31 de outubro, em São Paulo. De acordo com dados apresentados pela Bain & Co., há uma projeção de o mercado corporativo movimentar US$ 300 milhões em aplicações IoT este ano.

E é apenas o começo. O mesmo estudo aponta que, até 2025, o mundo deve chegar a 21,5 bilhões de objetos conectados. De olho neste mercado, fornecedores começam a desenhar soluções e estratégias para colocá-las no mercado. No Brasil, a conectividade para IoT progride. De acordo com o diretor de Negócios IoT da Claro, Eduardo Polidoro, acontece, neste momento, uma consolidação de novas redes NB-IoT e Cat-M.

O executivo cita o exemplo da própria rede da Claro no Rio Grande do Sul, onde a cobertura 4G é de 7,5% do território. “Com as redes NB-IoT e Cat-M, vamos para uma cobertura de 52%”, revela. O executivo também condiciona o crescimento das redes à desoneração. “Se o Senado nos ajudar com a isenção da cobrança do Fistel, ele vai deixar os serviços de conectividade ainda melhores, e isso para todos os segmentos: saúde, carro conectado, agricultura etc.”, afirma.

À CDTV, do portal Convergência Digital, Eduardo Polidoro fala como a Claro trabalha para levar conectividade para áreas onde ela ainda não existe, em especial, no agronegócio. Assista à entrevista.


Internet Móvel 3G 4G
Hackers elegem WhatsApp e ataques de phishing sobem 124% no mês de março

Aplicativoé o preferido dos cibercriminosos. Entre as principais formas utilizadas para ganhar dinheiro está o envio de mensagens que fazem a vítima baixar apps legítimos (sendo remunerado via programas de afiliação) ou roubam os dados pessoais do usuário para usá-los em outros ataques.

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Claro defende troca de streaming por TV e aumenta prazo para inadimplentes

Em carta enviada à Anatel, operadora também promete parcelar dívidas e não cortar o serviço até 10 dias após o vencimento da faturas. Pequenas empresas em dificuldade poderão renegociar caso a caso. 

Oi terá 25 fazendas de energia renovável ainda em 2020

Tele ativou a primeira fazenda de energia solar em Francisco Sá (MG), com capacidade de gerar 350 mil kW/h por mês.

Telefônica/Vivo cede dados de assinantes ao Governo de São Paulo

Dados anônimos servem para identificar se as regras de isolamento social por conta do Coronavírus estão sendo cumpridas.

Indústria de Telecom pede ação urgente das prefeituras por mais antenas

Existem mais de 4 mil pedidos de instalação de antenas aguardando liberação de licenças dos municípios e a demanda por serviços de telecom só fez aumentar com a pandemia do Coronavírus. Dez entidades do setor se uniram para redigir um documento encaminhado para prefeitos do País.




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G