Clicky

INOVAÇÃO

Carrefour adota blockchain na cadeia de cítricos

Convergência Digital ... 08/03/2021 ... Convergência Digital

O Carrefour anunciou nesta segunda-feira, 08/02, uma nova linha de produtos com tecnologia blockchain: a de cítricos. A partir de agora, laranjas pêra, bahia, lima e tangerinas do selo Sabor & Qualidade, vendidas nas lojas do estado de São Paulo, poderão ser rastreadas por essa ferramenta em qualquer etapa de seu ciclo de vida. Com isso, por meio do QR Code nas embalagens, o cliente passa a ter acesso em tempo real a informações mais amplas, seguras, imutáveis e transparentes sobre o histórico de produção e transporte do produto, tais como a origem, safra, data de coleta, de processamento no packing house e chegada às gôndolas.

No Brasil, o Carrefour é pioneiro no uso do blockchain na cadeia alimentar, estratégia que está alinhada ao propósito da companhia de educar o consumidor para uma alimentação mais saudável e sustentável, seguindo o movimento global da companhia, denominado Act For Food. "Essa tecnologia contribui para a democratização da informação sobre a origem do produto para o consumidor, assim, ele pode escolher de forma responsável os alimentos que leva para casa, optando por produtos cuja história é possível conhecer e promover", avalia Lucio Vicente, Head de sustentabilidade do Grupo Carrefour Brasil. "As informações fornecidas pelo QR Code asseguram que a produção é monitorada pela empresa e que se tratam de produtos com alto valor agregado", complementa.

A primeira linha de produtos lançada pela companhia com essa tecnologia - que faz parte da plataforma FoodTrust, em parceria com a IBM, e é um aprimoramento em relação à rastreabilidade tradicional adotada no mercado, pela riqueza de informações e confiabilidade - foi a de Suínos Sabor & Qualidade, em abril de 2019. Nesse caso, o blockchain permite também o acesso a dados sobre criação e controle veterinário, alimentação dos animais, transporte até o abatedouro e açougue, abate e controle de qualidade. Até o final de 2021, a expectativa é de que o uso do blockchain seja estendido a outras cadeias do selo Sabor & Qualidade.

Os produtos que compõem o selo 'Sabor & Qualidade' seguem cinco critérios: sabor, qualidade, autenticidade, preço justo e sustentabilidade. Esses pilares garantem a oferta de alimentos frescos, de qualidade e com sabor autêntico e natural, além de certificar a segurança, a procedência e monitorar os processos produtivos, adotando rigorosos conceitos de responsabilidade socioambiental. Esses alimentos possuem um QR Code na embalagem, pelo qual o consumidor pode obter informações relevantes sobre o percurso do produto que está adquirindo, como a localização da fazenda, detalhes técnicos, a data de colheita ou abate e o prazo de validade. Atualmente, a linha conta com 22 fornecedores de todas as regiões do Brasil e 24 cadeias produtivas com mais de 200 SKUs, com destaque para frutas como uva, mamão e laranja, além de carnes bovinas e suínas, presunto serrano, ovos, aves e peixes.


Sem dinheiro, CNPq só vai pagar 13% das bolsas para pesquisa

De 3.080 solicitações aprovadas com mérito na Chamada 16/2020, apenas 396 vão receber as bolsas efetivamente. 

Fintech nacional de meio de pagamento recebe aporte de R$ 90 milhões

A Hash recebeu aporte liderado pelo fundo QED Investor. O montante será aplicado para escalar a infraestrutura de pagamentos, possibilitando o processamento de mais de R$ 1,5 bilhão ainda este ano.

EMBRAPII e FIESP incentivam projetos inovadores de startups

Iniciativas podem envolver áreas, entre outras, como Inteligência Artificial, Mobilidade, Bioeconomia, Grafeno, Biofármacos e Manufatura 4.0.

Lei de Informática permitiu ao Brasil ter maior infraestrutura de IA na América Latina

Instituto de Ciência e Tecnologia SiDi, Samsung, NVIDIA Enterprise e Pure Storage são responsáveis pelo primeiro supercomputador do país. Máquina tem capacidade de fornecer 125 petaflops, o que significam dois milhões de notebooks trabalhando em conjunto para realizar tarefa similar. Instituto SIDI abre vagas para contratar profissionais de TI.

Transformação digital: um movimento com vencedores e perdedores

A afirmação é do cofundador da Decoupling.co, Thales Teixeira, sobre a digitalização do mundo acelerada pela Covid-19. Para o especialista, 2025 já chegou e exige uma readequação imediata das empresas por sobrevivência.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G