Clicky

Home - Convergência Digital

MWC Barcelona 2021 será híbrido e está confirmado para 28/06 a 01/07

Convergência Digital - 08/03/2021

A GSMA, entidade que congrega operadoras móveis de todo o mundo, avisou nesta segunda-feira, 08/03, que está mantida a realização do Mobile World Congress Barcelona 2021 em versão presencial. O evento acontecerá na Espanha entre os dias 28 de junho e 1º de julho. A edição do ano passado do evento foi cancelada por conta da pandemia de Covid-19. Apesar de confirmar o presencial, a GSMA admite o formato híbrido, com algumas atrações ocorrendo em ambiente digital.

A organização do evento afirma que serão seguidas medidas de segurança para minimizar o risco de transmissão de covid-19 entre os participantes. Um plano sanitário foi criado em parceria com as autoridades de saúde da Catalunha e respeita as exigências locais de segurança. Segundo a GSMA, haverá várias “camadas” de contenção, com medidas tomadas em relação às equipes da organização, trabalhadores que montam as estruturas, exibidores, visitantes, fornecedores, parceiros e comunidade local.

Uma das “camadas” de proteção diz respeito à testagem frequente de quem for a Barcelona. Além disso haverá rastreamento de contatos prévios, ambientes sem contato físico, novo design para os restaurantes, monitoramento da lotação, melhorias nos pavilhões, aumento da quantidade de equipes médicas disponíveis e obrigatoriedade de distanciamento social.

Todos deverão usar máscaras na feira, haverá 1,3 mil estações de sanitização das mãos com álcool em gel em diversos pontos dos pavilhões, e a limpeza e desinfecção das áreas será mais frequente. A Fira Barcelona, local do evento, mudou o sistema de ventilação para garantir maior circulação de ar. Todo o sistema de registro e controle de acesso será digital. Até o sistema de Wi-Fi dos ambientes foi modificado, para evitar zonas cinzentas e aglomerações eventuais em pontos com sinal mais forte, por exemplo.

Os visitantes deverão baixar um app no celular, o My MWC, e carregar ali sua credencial. Para alguns, será exigida testagem antes de sair do país de origem. As autoridades espanholas vão emitir a lista dos países alvo dessa política. Quem chegar de trem ou carro deverá fazer testes em centros indicados pelo MWC, em Barcelona. Todos os visitantes deverão fazer um teste rápido antes de entrar no evento. Teste esse que precisará ser repedido após 72 horas. Haverá ainda medição de temperatura.

*Com informações do Mobile World Congress



Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

22/04/2021
Na China, 5G impulsiona receita, mas gasto com eletricidade acende sinal vermelho

22/04/2021
Dish Network terá Open RAN 5G 100% baseado na nuvem da AWS nos EUA

20/04/2021
Kaspersky define 5G como instigante e prioriza Centro de Transparência do Brasil

20/04/2021
TCU vê risco de Justiça parar 5G por disputa com satélites

20/04/2021
TIM alcança 1,8 Gbps no 5G stand alone no Brasil

19/04/2021
Qualcomm demonstra chamadas 5G com ondas milimétricas

16/04/2021
Romênia se junta à Suécia e Reino Unido e tem projeto para barrar Huawei no 5G

15/04/2021
América Latina se divide sobre uso de ondas milimétricas

15/04/2021
Leilão de 26 GHz terá disputa no Brasil

14/04/2021
Ericsson registra patente brasileira para o 5G

Destaques
Destaques

Brasil está fora dos países liberados pela Espanha para o Mobile World Congress

Programado para acontecer de 28 de junho a 01 de julho, o organizador, GSMA, fechou um acerto com as autoridades espanholas para isentar os participantes das restrições impostas às pessoas de fora da União Europeia.

Highline se propõe a comprar licença 5G e oferecer espectro como serviço para ISPs

A proposta da empresa, explicou Luis Minoru, diretor de estratégia e novos negócios, é o de oferecer toda a infraestrutura na modalidade de serviço. Já há testes em andamento, não revelados, para o funcionamento da modalidade que inclui a operação de telefonia móvel.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Com rede sujeita a apagões, qual impacto do 5G na energia no Brasil?

Por Pedro Al Shara*

Segundo pesquisa da Vertiv, fornecedora de equipamentos e serviços para infraestrutura crítica, um aumento da ordem de 150% a 170% no consumo energético é projetado no setor de Telecom até 2026. Com toda a inovação que o 5G representa, mais dispositivos poderão acessar a internet móvel ao mesmo tempo, utilizando o mesmo sinal.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site