GOVERNO » Legislação

Dados Pessoais: Relatório limita compartilhamento de dados do governo

Convergência Digital* ... 26/04/2019 ... Convergência Digital

O relatório de Orlando Silva (PCdoB-SP) traz ajustes importantes na Medida Provisória 869/18. Entre eles, o relator propõe critérios para o compartilhamento de dados de saúde e restringe o compartilhamento de dados pelo governo, resgatando ainda obrigações comuns ao setor privado, como a necessidade de notificação à Autoridade Nacional de Proteção de Dados.

Nos dados sobre saúde, Silva entendeu que ao permitir compartilhamento “para a adequada prestação de serviços de saúde suplementar”, a MP deixou muito espaço para abusos. No texto que será votado em 7/5, o tratamento desses dados só pode ocorrer se for “exclusivamente para a tutela da saúde, em procedimento realizado por profissionais de saúde, serviços de saúde ou autoridade sanitária”, sendo proibido seu compartilhamento “com objetivo de obter vantagem econômica”.

O relatório mantém a obrigatoriedade de o governo notificar à Autoridade Nacional de Proteção de Dados quando compartilhar informações e dados pessoais dos cidadãos. A notificação tinha sido retirada pela MP 869/18. O relator também resgata outro ponto vetado por Michel Temer em 2018, o dispositivo que protege o sigilo dos dados pessoais de cidadãos que requerem informações públicas por meio da Lei de Acesso à Informação. E elas não podem ser compartilhadas com órgãos públicos ou empresas privadas.

Já o compartilhamento de dados dos cidadãos para o combate a fraudes ou irregularidades foi preservado. O relator também concordou com outra modalidade de transferência incluída pela medida provisória: quando houver contratos ou convênios para a arrecadação de tributos, pagamento de benefícios, bolsas de estudo ou implementações de programas.

* Com informações da Agência Câmara


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Privatização da Telebras e perda da soberania antagoniza deputados e Governo

Enquanto representantes do governo Bolsonaro afirmam que 'é cedo' para discutir o impacto real da possível venda da estatal, parlamentares da CCTI da Câmara, entre eles, o deputado Luis Miranda, do DEM/DF, criticam a decisão por interferir em dados sensíveis ao Estado.

Bolsonaro reduz impostos sobre jogos eletrônicos. Zona Franca reage

As alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre consoles e máquinas de jogos de vídeo, partes e acessórios que variavam de 20% a 50%, foram reduzidas para 16% a 40%.

PF prende quatro sob alegação de terem hackeado celular de Sergio Moro

Polícia Federal não quis dar maiores detalhes sob justificativa de preservar as investigações. Prisões ocorreram nas cidades de São Paulo, Araraquara e Ribeirão Preto. Operação foi batizada de Spoofing.

MP entra com pedido para TCU fiscalizar terceirizações no Governo Federal

Subprocurador-geral, Lucas Rocha Furtado, diz que as terceirizações são uma forma de driblar a obrigatoriedade de concurso público, previsto na Constituição. Também alega que as terceirizações estão sendo feitas para 'satisfação de interesses pessoais', mediante direcionamento na indicação de profissionais.

Decreto coloca IoT no Fistel reduzido e permite enquadramento como SVA

Publicação do Plano Nacional de Internet das Coisas tem conceito flexível para possibilitar que esses serviços escapem do ICMS. Até eventual aprovação da lei que zera a taxa de fiscalização, equipamentos pagam R$ 1,89 por ano. 



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G