Home - Convergência Digital

Novas profissões - e inusitadas- que prometem bombar em TI

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 28/11/2017

A partir de pesquisas e publicações de consultorias especializadas, o site Business Insider fez uma lista de novas profissões, que hoje podem ser consideradas estranhas, as quais, provavelmente, serão comuns dentro de pouco tempo. Boa parte delas está ligada à Tecnologia da Informação. Confira:

1.Detetive de dados

Com o crescimento diário de dados coletados, esse profissional será o responsável pela curadoria, verificação e busca de insights relevantes a partir daquilo que a tecnologia é capaz de descobrir. Isso vale tanto para melhorar serviços, como a Alexa, como para vender produtos com marketing cada vez mais personalizado.

2.“Conversador”

O aumento da expectativa de vida gerará um grupo de idosos possivelmente solitários. Essa profissão será responsável por fazer companhia e passear com esses idosos quando necessário.

3.Analista de cidades inteligentes

Conectar elementos nas cidades inteligentes facilitará a circulação, mas será necessário acompanhar o andamento dessas tecnologias. Todos os sensores precisam estar em pleno funcionamento, bem como as tecnologias de coleta de lixo humano. O analista de cidades inteligentes cuidará de tudo isso.


4.Controlador de espaço aéreo para drones

Drones são perigosos, e em beve precisarão não apenas de regulamentação própria, mas de controle aéreo especializado em tempo real.

5.Gestor de negócios em inteligência artificial

Existe uma coisa que a Inteligência Artificial não consegue fazer sozinha: vender a si mesma. Esse profissional seria contratado de empresas desenvolvedoras de software de inteligência artificial, e seria o responsável por essa parte.

6.Conselheiro de comprometimento fitness/de saúde

Embora aplicativos e wearables ajudem a manter a população alerta a respeito da obesidade e sedentarismo, especialistas acreditam que a tendência é que a necessidade de apoio profissional siga aumentando. Isso porque o comprometimento com uma rotina saudável é mais provável quando há pressão humana.

O mesmo vale para consultas médicas. Profissionais irão à porta dos clientes para aplicar a tecnologia de maneira diagnóstica.

7.Corretor de dados pessoais

Enquanto empresas como a Amazon e o Google batalham para obter o máximo de dados possível das pessoas, coletando e revendendo com lucro, haverá profissionais especializados em monitorar novas descobertas nesse sentido e garantir que pessoas físicas recebam o dinheiro que merecem por essa venda.

8.Gestor de diversidade genética

Além da diversidade racial e de gênero, empresas buscarão um equilíbrio genético entre seus funcionários para garantir uma boa mistura que otimize os negócios.

9.Facilitador de TI

Organização de hackathons, educação de funcionários a respeito dos sistemas das empresas e aplicação de sistemas de inteligência artificial serão algumas das funções desses profissionais, que poderão ser contratados pontualmente, como um Uber.

10.Curador de memórias

Saúde mental se tornará ainda mais importante conforme cresce a expectativa de vida. Esse profissional será responsável por fazer uma curadoria de memórias e experiências, mantendo apenas o necessário e o agradável no cérebro de seus pacientes.

11.Diretor de confiança

Transações digitais aumentarão exponencialmente a necessidade de transparência em instituições financeiras. Ao mesmo tempo, é necessária extrema segurança e atenção a movimentações suspeitas. Esse profissional saberá manter longe tudo o que for ameaçador e, ao mesmo tempo, convencer os clientes da integridade das operações financeiras dessas empresas.

Fonte: portal Info Money

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

22/05/2018
Ensino a distância não é a primeira opção no Brasil

16/05/2018
Infraero capacita mais de 1700 empregados com curso sob medida

23/03/2018
Mulheres de TI dizem que oportunidades de crescimento são ruins ou péssimas

08/03/2018
Organização capacita, de graça, aluno para estudar no exterior

07/03/2018
Mulher estuda mais, trabalha mais e ganha menos do que o homem

06/03/2018
Instituto abre vagas para bolsas de estudo em Segurança da Informação

05/03/2018
Vagas em TI têm saldo negativo no 2º semestre de 2017

27/02/2018
Carência de talentos digitais só aumenta na cibersegurança

19/02/2018
Faltam habilidades técnicas ao profissional de software para DevSecOps

06/02/2018
Os 10 cargos em alta na TI para 2018

Veja mais artigos
Veja mais artigos

eSocial desafia a rotina dos Recursos Humanos

Por Juliana Andrade*

Chegou a hora de as empresas tirarem proveito da robotização, especialmente, na análise de cadastros para observar se há ou não alguma informaçaõ que destoe da atualidade. O regime fiscal online exige a reparação dos dados.

Destaques
Destaques

Flexibilização no trabalho: prática bem longe da realidade no Brasil

Pesquisa mostra que 75% dos brasileiros ainda trabalham no formato tradicional: no escritório e no horário comercial. Estudo mostra ainda que 58% das empresas não fornecem recursos suficientes para viabilizar o home office.

Juízes do Trabalho: Reforma trabalhista só vale depois da sua entrada em vigor

Decisão foi tomada por mais de 700 juízes e desembargadores. Para eles, a Lei 13.467/2017 só deve valer para processos e contratos iniciados após 11 de novembro de 2017, quando a legislação entrou em vigor.

Lei Trabalhista: TST decide que demissão só pode ser homologada no sindicato

Tema é controverso, mas o ministro Alexandre Agra Belmonte decidiu em setença que "se o empregado tiver mais de um ano de serviço, o pedido de demissão somente terá validade se assistido pelo seu sindicato".

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site