INTERNET

Depois aplicar quase R$ 40 bilhões em multas, UE volta a investigar Google

Convergência Digital* ... 27/08/2019 ... Convergência Digital

Os reguladores da União Europeia estão investigando o Google para ver se a empresa favorece injustamente sua ferramenta de pesquisa de empregos, disse nesta terça, 27/8, a chefe antitruste da União Europeia, Margrethe Vestager. Lançada há dois anos, a ferramenta já recebeu queixas de rivais alegando comportamento anticompetitivo. 

No início deste mês, 23 sites de busca de emprego na Europa pediram à Comissão Europeia que ordene temporariamente que o Google interrompa essas práticas enquanto investiga o problema. 

A comissária europeia, que já aplicou 8,25 bilhões de euros, quase R$ 40 bilhões, em multas à gigante da tecnologia nos últimos anos em três casos separados, manifestou preocupação sobre a possibilidade de práticas anticoncorrenciais semelhantes pela Alphabet em outras áreas. 

“E estamos analisando agora se o mesmo pode ter acontecido com outras partes dos negócios do Google - como o negócio de busca de emprego conhecido como Google for Jobs”, disse Vestager em uma conferência em Berlim. 

Ela disse que a Comissão Europeia pode adotar regras para controlar as gigantes da tecnologia se elas não atuarem de maneira justa. 

“Também existe uma questão mais ampla para nossas sociedades: se achamos certo que empresas como o Google e outras pessoas tenham esse controle sobre o sucesso ou fracasso de outras empresas e estejam livres para usar esse poder da maneira que quiserem”, disse. 

“Se não o fizermos, podemos achar que precisamos de regulamentação, para garantir que essas plataformas usem seu poder de uma maneira justa e que não discrimine”, afirmou Vestager. 

* Com informações da Reuters


Procon-SP multa SBT por propaganda infantil no YouTube

Denúncia, ainda de 2017, rendeu sanção de 387,36 mil contra a emissora. 

Toffoli concede liminar à Netflix e suspende proibição a especial do Porta dos Fundos

Presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffolil, revogou a decisão do Tribunal de Justiça do Rio de janeiro.

Tubular Labs desembarca no Brasil em parceria com a Polis Consulting

Empresa brasileira especializada em Marketing Digital adquiriu os direitos de comercialização da solução de análise e medição de vídeos.

Supremo remarca audiência pública sobre remoção de conteúdo na internet

Ação do Facebook, apoiada por Google e Twitter, questiona decisões que afrontam artigo 19 do Marco Civil, que exige ordem judicial antes de responsabilizar provedores. 

NIC.br: A Internet será IPv.6-only e é hora de abandonar o IPv.4

“Tem um monte de pedras no caminho e muitas dificuldades, mas temos de olhar o horizonte e ele é IPv6-only”,afirmou o gerente de projetos e desenvolvimento do NIC.br, Antonio Moreiras, no IX Forum 13, realizado em São Paulo.

Revista Abranet 29 . dez/nov 2019 - jan 2020
Veja a Revista Abranet nº 29 Abranet teve uma atuação intensa em 2019, encaminhando contribuições públicas para consolidar uma internet produtiva, livre e inovadora. Futurenet: entidade discute tendências de mercado e tecnologia. Veja a revista.
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G