SEGURANÇA

Atrasada, Autoridade de Dados terá de eleger prioridades

Luís Osvaldo Grossmann ... 05/12/2019 ... Convergência Digital

Diante das novas obrigações trazidas pela Lei Geral da Proteção de Dados, mas ainda sujeito a velhas exigências que recaem sobre o Poder Público, o governo, em todos os níveis, tem talvez ainda mais trabalho pela frente do que o setor privado para se adaptar ao novo marco que entra em vigor em menos de 200 dias. E embora ainda não exista uma Autoridade Nacional de Proteção de Dados, os órgãos podem se preparar avaliando como e quais os dados que utilizam. 

“A própria lei traz abertura para que os regulados participem da conformação do ambiente regulatório, por meio de códigos de conduta, códigos de boas práticas, e haveria sim oportunidade para o Poder Público começar a buscar sua adequação, a mapear onde estão os dados, de onde vem, quais são as bases legais, para que utiliza, em preparação para uma abordagem mais estruturada e transversal. Mas não vamos subestimar a complexidade”, afirma a diretora de serviços de telecomunicações do MCTIC, Miriam Wimmer. 

O prazo é curto e é improvável que a ANPD consiga dar conta de todas as demandas até agosto de 2020. Mesmo que o Decreto com a criação da Autoridade saia até o fim deste 2019, como ainda esperado, a própria constituição do órgão, seu regimento e as primeiras decisões exigem ritos próprios da administração. Até a requisição de servidores públicos de outros órgãos para atuarem na ANPD exige ritos burocráticos. 

“Em um cenário em que não haverá muitas pessoas, e que haverá muitas demandas, seria importante eleger prioridades. E um aspecto muito importante que a Autoridade pode desempenhar é o papel educativo de gerar um ambiente de incentivos para o ‘compliance’ aconteça, ao invés de iniciar com uma perspectiva punitivista, que seria sequer justa uma vez que o marco regulatório ainda está se estruturando. "Assista a entrevista.


Cibercrime usa Coronavírus para roubar dados pessoais no WhatsApp

Golpe oferece suposto kit gratuito com máscara e álcool gel - a ser dado pelo Governo Federal - para atrair as pessoas mais nervosas em relação à pandemia.

Internet segura: RNP debate como massificar a proteção digital

"Quem sou eu na Internet" é o tema da 14ª edição do Dia Internacional de Segurança em Informática (DISI), que acontecerá no dia 13 de março, no Rio de Janeiro, com a presenças de especialistas em segurança da informação.

Novo golpe usa validação para sequestrar contas do WhatsApp

Especialistas alertam que os criminosos enviam uma mensagem através do app ou de um SMS por meio do qual um contato (também vítima do golpe) menciona que, sem querer, um código de verificação de seis dígitos (que, supostamente, não era dirigido a ela) foi enviado para o seu telefone e solicita que a mensagem seja reenviada com o código.

Dell vende RSA por US$ 2,08 bi e se desfaz de mais um ativo da EMC

Empresa de Michael Dell abriu mão da unidade de segurança cibernética e repassou o controle para um consóricio liderado pela Symphony Technology Group.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G