Clicky

Home - Convergência Digital

Aplicações são prioridade no laboratório 5G da NEC no Brasil

Ana Paula Lobo - 28/10/2020

A NEC quer jogar o jogo global do 5G e voltar à telefonia móvel no Brasil. E o papel escolhido foi o de atuar como orquestrador, um integrador, com o olhar voltado às aplicações, explica o diretor de Tecnologia da NEC Brasil, Roberto Murakami, em entrevista ao Convergência Digital, por conta do anúncio do laboratório 5G no Brasil.

A unidade está prevista para ficar operacional a partir de janeiro de 2021 - quando a NEC estará em uma nova sede na capital paulista- e com um time de especialistas montado para atender a demanda das empresas interessadas no 5G e nas operadoras.

"Não vamos testar 5G no laboratório. Não vamos testar latência. Nós queremos testar e validar aplicações. Queremos trabalhar com as verticais para entender como o 5G poderá dar resultados. Nós não precisamos entender de agricultura. Mas sabemos muito de tecnologia e temos a capacidade de fazer parcerias. O nosso objetivo é ter um ecossistema. Nós entendemos de redes. Os parceiros vão entender do que sabem", afirmou Murakami.

A aposta global da NEC é no OpenRAN e Murakami admite que esse jogo está começando a ser jogado, mas que o suporte global é um diferencial relevante. "A corporação quer o OpenRAN. Os fabricantes terão de ter uma maturidade, que nós na NEC, alcançamos e, por isso, decidimos pela orquestração. A interoperabilidade dos sistemas abertos é uma realidade obrigatória", reforça o executivo.

Para Murakami, o 5G vai trazer muitas dificuldades para as operadoras- que ainda não monetizaram os investimentos no 4G e terão de investir, e muito, no 5G. O especialista lembra que a cobertura do 5G vai exigir muito mais densidade de células e a rede será construída com muito mais elementos. "Mais do que nunca as aplicações vão fazer a diferença", afirmou.

Com relação à estratégia da NEC Brasil, Murakami diz que a empresa está negociando com todos os players do ecossistema- software, hardware, rede, roteamento. "Queremos o jogo, mas ele não será jogado sozinho. Tem de ter um ecossistema forte para suportar as plataformas abertas", completou. Os valores investidos na iniciativa não foram revelados pela NEC Brasil.




Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

24/11/2020
Leilão 5G: Embaixada da China reage forte contra filho do presidente Jair Bolsonaro

24/11/2020
Minicom se diz cobrado por Bolsonaro para fazer o leilão 5G

24/11/2020
Highline compra Phoenix Tower e passa a deter 3,2 mil torres no Brasil

19/11/2020
Qualcomm e Nokia: Ondas milimétricas são a mudança do modelo de negócio no 5G

18/11/2020
Anatel: Cibersegurança em Telecom une teles e os mais de 10 mil prestadores de serviços SCM

17/11/2020
TBNet fecha parceria com tele para transformar 23 mil ATMs em hotspots Wi-Fi 5G

16/11/2020
EUA autorizam Qualcomm a exportar chips 4G para Huawei, mas proíbe o 5G

13/11/2020
Oi avalia 5G para usar 3,5 GHz em banda larga fixa

12/11/2020
Anatel e ABDI vão testar uso industrial e redes privadas no 5G

12/11/2020
Carlos Baigorri é o novo relator do edital do 5G na Anatel

Destaques
Destaques

Aos 23 anos, Anatel lista 5G como próximo desafio

“Entre os desafios que nos aguardam, a economia brasileira precisa ter sua digitalização aprofundada, a conectividade precisa se tornar mais real na vida dos brasileiros”, destacou o presidente da agência, Leonardo de Morais, também ressaltando a segurança cibernética e renovação das concessões em 2025.

Classes D e E só têm o celular para teletrabalho e aulas remotas

Quase 40% dos alunos usam apenas os celulares para acompanhar as aulas online no Brasil, revela a 3ª edição do Painel TIC Covid-19, do CGI.br. No levantamento, porém, 36% dos alunos reclamam da baixa qualidade da conexão à Internet.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

IoT e os novos negócios e aplicações para o mercado de energia

Por Pedro Al Shara*

Analistas de mercado estimam que o impacto da Internet das Coisas na economia alcance de 4% a 11% do Produto Interno Bruto do planeta em 2025.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site