Clicky

INCLUSÃO DIGITAL

Huawei defende Parceria público privada para levar Internet à Amazônia

Convergência Digital ... 14/08/2020 ... Convergência Digital

Investimentos em conectividade na Região Norte têm o condão de quebrar o círculo vicioso de falta de serviços por baixo poder de compra e garantir o efetivo desenvolvimento sustentável da Amazônia. Foi o que defenderam os participantes do debate online sobre o programa para levar conectividade à Amazônia, realizado nesta sexta, 14/8. 

“Não existe desenvolvimento sustentável para a Amazônia sem conectividade. Vários estudos mostram que a cada 10% de penetração da banda larga implica em 1,38% de crescimento do PIB. Então pensar em uma região que quer ser sustentável do ponto de vista ambiental e econômico exige pensar em conectividade”, pontuou o diretor de soluções integradas da Huawei Brasil, Carlos Roseiro. 

A empresa é fornecedora de 10 mil km de fibras ópticas instaladas na região, conectando cerca de 900 mil domicílios. Um programa tocado em parceria entre o poder público e o setor privado tem mais chances de romper aquele circulo vicioso, insistiu o diretor da Huawei. 

“Algumas regiões entram às vezes em espirais negativas, em que há pouco poder de compra, e portanto acontece pouco investimento, o que resulta em pouco crescimento e em pouco poder de compra. Isso tem que ser rompido. E a forma de romper pode ser via governo, via empresas privadas, mas as parcerias público privadas têm mais força para transformar o negativo em virtuoso.”

A ideia de conectar as cidades da região Norte chega para se somar ao programa governamental Amazônia Integrada e Sustentável (PAIS), que inclui o lançamento de fibras ópticas pelo leito dos rios, além do uso de tecnologias de comunicação móvel e via satélite. No todo é um programa que beira os R$ 2 bilhões, mas que pode ganhar um novo impulso com recursos que sobraram da digitalização da TV. 

“O saldo de recursos do Gired, que foi responsável pela digitalização da TV analógica, está em aproximadamente, em valores atualizados, em R$ 1,4 bilhão e representa uma fonte de recursos substanciosa para esse projeto. Inclusive a existência desse saldo já foi levada pelo presidente da agência ao conhecimento do vice presidente da República, Hamilton Mourão, que precise o conselho da Amazônia, e do ministro das comunicações, Fabio Faria”, apontou durante o debate o vice-presidente da Anatel, Emmanoel Campelo.


Carreira
Sercomtel faz PDV para enxugar metade do quadro de funcionários

Colaboradores interessados poderão aderir à proposta até o dia 2 de fevereiro. Atualmente, a empresa tem cerca de 450 funcionários. A operadora foi comprada por R$ 130 milhões pelo fundo Bordeaux, o mesmo que também adquiriu a Copel Telecom.

Governo anuncia lançamento de cabo submarino entre Brasil e Europa

O cabo ligará Fortaleza a Sines, em Portugal, anunciou o ministro das Comunicações, Fabio Faria. A obra será feita pela EllaLink, que promete uma estrutura capaz de proporcionar um tráfego de dados a 72 Terabits por segundo (Tbps) e latência de 60 milissegundos. Serão lançados 6 mil quilômetros de cabos submarinos.

Em um Brasil desigual, governo digital tem de servir para todos

Como destaca o professor Silvio Meira, no Brasil onde a desigualdade aumenta, “a gente vai ter que ser muito competente para desenhar serviços que possam ser usados realmente por todo mundo e não só por quem tem acesso à conectividade".

Treze anos depois, Congresso aprova uso do Fust para inclusão digital

Texto permite uso dos recursos, cerca de R$ 1 bilhão por ano, por serviços no regime privado, como a oferta de banda larga. Mas como ressaltado na votação, como não é impositivo, haverá conflito com a PEC dos Fundos. 

Brasil tem desempenho pífio em ranking global de educação digital em cibersegurança

Levantamento mostra o País em 42º entre 50 pesquisados e avalia nível de conhecimento atual sobre risco cibernético e a relevância das iniciativas para promover educação e treinamento. 

Apenas 16% dos empregados em teletrabalho tiveram Internet paga pelos patrões

Nova pesquisa TIC Covid, do Cetic.br, reforça que a alternativa do home office se deu predominantemente entre os mais ricos e escolarizado. Apenas 20% dos patrões ofereceram aplicações de segurança.

Desigualdade econômica acentua exclusão digital do campo no Brasil

Estudo mostra que na região, 77 milhões de pessoas não tem acesso à internet. No Brasil, que puxa os índices agregados para cima, diferença é gritante entre grandes e pequenas propriedades. Levantamento mostra que 244 milhões de pessoas na AL não têm acesso à Internet.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G