NEGÓCIOS

Justiça de Curitiba manda empresa de bitcoins dar mil iPhones para quitar dívida

Convergência Digital ... 30/07/2019 ... Convergência Digital

A juíza Bruna Richa Cavalcanti de Albuquerque, da 19ª Vara Cível de Curitiba, decretou a desconsideração da personalidade jurídica de uma empresa de transações de bitcoins e determinou que ela dê mil iPhones para uma consultoria como forma de quitar uma dívida.

Os mil iPhones foram objeto de arresto pela Justiça em recurso apresentado pelo escritório Rueda&Rueda Advogados, que defende a Work Consultoria. A Work já havia ganho decisão liminar em primeira instância, mas o grupo não cumpriu a ordem judicial. O pagamento em espécie relativo a 262 bitcoins, que representam R$ 12 milhões, não foi executado.

O próprio grupo de transações de bitcoins anunciou que havia recebido cerca de mil iPhones 8 e que clientes com saques em atraso teriam prioridade na aquisição dos equipamentos. O advogado do escritório Rueda&Rueda advogados, Guilherme Moreira, que atuou em defesa da empresa Work Consultoria, alerta que as operações com bitcoins ainda têm regulamentação frágil e, como acontecem todas em meio virtual, isso dificulta as execuções judiciais.

“Tivemos que buscar bens materiais que pudessem recuperar o dano causado ao cliente na operação. Numa operação com bitcoin, por exemplo, não é possível bloquear contas como numa ação tradicional.”

Fonte: Portal Conjur




Cloud Computing
SP inaugura ensino à distância com nuvem da AWS e internet negociada com Vivo, Claro, TIM e Oi

Secretaria de Educação vai firmar acordo com operadoras para patrocinar internet a alunos e professores. Sistema terá aulas ao vivo com professores da rede pública, com interações por meio de chat e vídeos. 

Depois de vários nãos, Covid-19 faz Xerox desistir de oferta hostil pela HP

Aquisição, agora, é considerada muito arriscada. Proposta feita era de US$ 35 bilhões.

Big data e IA para saúde fazem Semantix comprar a Tradimus

Empresa brasileira adquiriu solução voltada para gestão dos recebimentos de pagamentos das seguradoras e operadoras de planos de saúde pelos serviços prestados. Valor da transação não foi revelado pelas partes.

Fenainfo faz manifesto pela retomada das atividades econômicas

Entidade, que reúne mais de 120 mil empresas de TI, afirma que 'diante da paralisação de muitos dos seus clientes, as empresas de TI também correm o risco de parar'.

Coronavírus: Generali amplia uso de PC alugado da Simpress por home office

Seguradora decidiu dobrar a quantidade de equipamentos contratados por outsourcing para manter o funcionamento dos negócios. CEO da Simpress, Vittorio Danesi, diz que, em sete dias, foram alocados mais de três mil notebooks em distintos clientes.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G