INOVAÇÃO

Softex e MCTIC abrem edital para selecionar 100 projetos de inteligência artificial

Convergência Digital ... 20/05/2020 ... Convergência Digital

O Programa IA2 MCTIC, desenvolvido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações em parceria com a Softex, aceleradoras e centros de pesquisa, lançou novo edital de chamada para inscrição de startups, grupos de pesquisa e empresas de tecnologia interessados em desenvolver de soluções escaláveis baseadas em Inteligência Artificial em quatro áreas prioritárias: agronegócios, saúde, indústria e cidades inteligentes. 

O objetivo é promover a aceleração tecnológica de soluções de impacto através da incorporação de Inteligência Artificial. O Programa IA2 MCTIC selecionará inicialmente 100 projetos para pré-aceleração que receberão mentoria e suporte técnico das ICCs e das aceleradoras com experiência aplicada em IA já cadastradas. Na sequência, serão escolhidas 30 startups que poderão receber investimento tanto das ICCs como das a aceleradoras. Mais informações neste link

"Por sua abrangência nacional, o IA2 MCTIC é uma forma de injeção de capital no mercado ao possibilitar investimentos em projetos de P&D orçados em até R$ 500 mil. Promoveremos uma aceleração do projeto de modo ágil para que as startups, grupos de pesquisa e empresas de tecnologia consigam desenvolver seu projeto em um prazo de três meses. Depois, o grupo ainda será acompanhado por mais seis meses para acesso e validação junto ao mercado e a clientes pelas aceleradoras e ICT’s do Programa. Após esse processo, realizaremos a conexão com uma empresa que poderá contratar ou investir na solução", explica Diônes Lima, vice-presidente da Softex, acrescentando que a meta é manter o cronograma de atividades acordado antes do início da pandemia de coronavírus.

O IA2 MCTIC engloba um trabalho em quatro frentes: empresas interessadas em testar tecnologias de IA a partir de desafios enfrentados em suas organizações (empresas âncoras); aceleradoras, responsáveis pelo investimento e suporte aos executores dos projetos de P&D selecionados e na escalabilidade de seus modelos de negócios; instituições do CATI, responsáveis pelo apoio e acompanhamento do desenvolvimento da solução e suporte tecnológico; e startups, grupos de pesquisa ou empresas de TI que executarão os projetos de P&D sob a orientação e com o apoio do CATI e das aceleradoras.



BC: Pagamento pelo WhatsApp terá de provar proteção aos dados

"Um arranjo que começa com 120 milhões de clientes não é pequeno", explicou Roberto Campos Neto.

Empresas nacionais reclamam da burocracia e deixam de investir em Inovação

Em pesquisa do Instituto Eldorado, empresas alegam que os instrumentos de fomento são burocráticos ou desconhecidos. Mais da metade das companhias ouvidas assumem que estão investindo menos em novas tecnologias.

Indústria de semicondutores reage à liquidação da Ceitec

Em nota, associação nacional do setor indica “preocupação” com a medida. “Liquidação distanciará ainda mais o Brasil do conhecimento de ponta.”

OBr.Global promove bootcamps Live sobre empreendedorismo

Aceleradora, especializada em internacionalização das empresas, ensinará técnicas adotadas no Vale do Silício, nos EUA.

Política de informática foi feita para o hardware, mas deu certo com o software

Para Sílvio Meira, a estratégia que o Brasil quer desenhar para Inteligência Artificial precisa desafiar à produção nacional para trazer os resultados pretendidos.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G