INCLUSÃO DIGITAL

Anatel quer saber se há interesse em investir em satélites no Brasil

Convergência Digital ... 20/08/2019 ... Convergência Digital

A Anatel abriu duas consultas públicas, uma sobre interessados em posiçoes orbitais para satélites brasileiros e a outra sobre exposição a campos radioeletricos.  A Consulta nº 45 tem por finalidade coletar informações do mercado e do público a respeito da existência de exploradoras de satélites e verificar a existência de interesse para o provimento ininterrupto da capacidade satelital por 5 anos, a partir de 1º de janeiro de 2021. O objetivo é a ocupação da posição de quatro satélites brasileiros, cujo prazo final do  direito de exploração orbital termina em dezembro de 2020. Ela recebe contribuições até 7 de setembro.

Já Consulta nº 42 é sobre a proposta de alteração da avaliação da exposição humana a campos elétricos, magnéticos e eletromagnéticos associados à operação de estações transmissoras de radiocomunicação, propõe alteração do art. 8º do Ato nº 458 e a modificação da data de entrada em vigor do Ato n º 3388, alterado para o dia 30 de janeiro de 2019, com exceção do §2º do artigo 5º, que entrará em vigor no dia 30 de janeiro de 2020. Nesse caso, as propostas serão aceitas até 28 de agosto.

As sugestões fundamentadas e devidamente identificadas devem ser encaminhadas por meio de formulário eletrônico do Sistema Interativo de Acompanhamento de Consulta Pública, disponível no endereço na Internet http://sistemas.anatel.gov.br/sacp/. As manifestações recebidas pela Anatel permanecerão à disposição do público na biblioteca da Agência. 


Carreira
TST: Teletrabalho tem de respeitar os contratos de trabalho

Corte aponta, no entanto, que em situações emergenciais, como a atual crise da Covid-19, a adoção da jornada online temporária prescinde formalização, mas deve respeitar leis trabalhistas. 

Agricultura: Mais de 5 mil torres poderiam ser usadas para levar banda larga à área rural

Estudo do Ministério da Agricultura mostra que o Brasil possui 82 mil torres com antenas celulares e seria possível, no curto prazo, usar parte delas para levar conexão ao campo.

Provedores Internet superam teles e massificam banda larga fixa no País

Os PPPs encerraram 2019 com 9.881.911 de acessos, à frente da Claro com 9.578.629, da Vivo (7.024.007) e da Oi (5.255.766).

Saldo de R$ 1,2 bilhão vai para transmissores em cidades pequenas e banda larga na Amazônia

Divisão dos recursos já é considerada como questão pacificada entre  as operadoras móveis e as emissoras de TV. 

Mais da metade das mulheres no mundo está sem acesso à Internet

União Internacional de Telecomunicações adverte que o sexo feminino é o mais afetado pela desigualdade no acesso à banda larga, em especial, nos países em desenvolvimento.

Huawei: nação digital é o último estágio da transformação digital

Conceito ainda é muito novo, mas engloba o uso e a análise dos dados para retroalimentar produtos e processos, conta o diretor de Comunicação e Relações com o Governo da Huawei Brasil, Juelinton Silveira.

Audima cria ferramenta para levar conteúdo aos analfabetos digitais

A partir da própria dor, uma vez que tem dislexia, Paula Pedrosa criou a Audima, uma startup que transforma palavras em áudios. "O império da visão exclui muita gente. Nosso desafio, hoje, é mostrar que inclusão monetiza", observa a executiva.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G