Home - Convergência Digital

Sem Fistel, internet das coisas pode criar 7 milhões de empregos em cinco anos

Convergência Digital - 24/08/2020

Um estudo da Arquia, operadora do grupo Datora, aponta que a desoneração do Fistel na conectividade da internet das coisas tem o potencial de criar mais de 7 milhões de novos empregos, de 4 milhões para 11,4 milhões, e elevar as receitas dos atuais R$ 54 bilhões para R$ 100 bilhões. E com aumento de R$ 6 bilhões na arrecadação de impostos. 

De acordo com o instituto Global Data, o Brasil encerrou 2019 com 25,2 milhões de conexões M2M, o que representa 3,77% do total de conexões no mundo. Tal volume faz o país ocupar a quinta posição no mundo em número de conexões M2M usadas para soluções de Internet das Coisas, ficando atrás de China, Estados Unidos, Alemanha e Rússia.

Apesar da boa colocação no volume de conexões M2M, sob o ponto de vista de índice de conexões M2M por habitante, o estudo mostra que o Brasil ainda precisa evoluir. O país encerrou 2019 com um índice de 0,12 e projeta para 2024 chegar a 0,22. A França, que ocupa a sétima colocação em volume de conexões, apresentou um índice de conexões por habitante em 2019 de 0,31, com expectativa de atingir 0,45 em 2024. Outro exemplo é o Japão que encerrou 2019 com índice de conexões por habitante de 0,19 e projeta atingir 0,32 em 2024.

Ainda segundo o instituto Global Data, em termos de receita gerada a partir de conectividade no cenário pré-covid, estima-se que o Brasil atinja US$ 194 milhões, o que o coloca na sétima posição no ranking mundial, atrás de Japão, China, Estados Unidos, Alemanha, Reino Unido e Rússia. Para 2024, a projeção da geração de receita a partir da conectividade para o Brasil é de R$ 334 milhões.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

16/10/2020
Empresa nacional de IoT recebe aporte da KPTL e da Wayra

14/10/2020
Carrier elege AWS e une nuvem, IoT e coleta de dados

13/10/2020
Empresas do Simples ficam fora de esforço de regularização de dívida com a União

13/10/2020
Por mais vigilância, governos planejam gastar US$ 15 bilhões em IoT ainda em 2020

06/10/2020
TIM cria marketplace para Internet das Coisas no Brasil

30/09/2020
Sem acordo, Governo consegue adiar votação da retirada dos vetos à desoneração da folha

25/09/2020
Relator no Senado propõe desoneração de IoT e VSats sem mudar texto da Câmara

24/09/2020
Adiamento de tributos do Simples termina em setembro

24/09/2020
Sem desoneração da folha, serviços de Telecom projetam a demissão de 500 mil trabalhadores

09/09/2020
Anatel: Teles precisam ser claras do que querem para Internet das Coisas

Destaques
Destaques

Conexão no campo pode render até R$ 50 bilhões em dois anos

Estudo do Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) revela que, hoje, faltam quase 15 mil antenas e torres para ofertar o serviço necessário para a digitalização do agronegócio. Os números foram revelados no Painel Telebrasil 2020.

Vitor Menezes, Minicom: Vamos brigar por um leilão 5G não arrecadatório

O Ministério das Comunicações sinalizou às operadoras que trabalha para convencer os colegas de Esplanada a concentrar os valores envolvidos no leilão do 5G em compromissos de cobertura, minimizando o preço a ser pago ao Estado, afirmou o secretário de Telecomunicações, Vitor Menezes, ao participar do Painel Telebrasil 2020.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Internet 5G traz disrupção para Telecomunicações até no modelo de negócio

Por Eduardo Grizendi*

Na RNP, estabelecemos um objetivo estratégico ambicioso – o de prover uma ciberinfraestrutura, segura, de alto desempenho e disponibilidade e, ao mesmo tempo, ubíqua, onipresente, em qualquer lugar e a qualquer hora, para nossas comunidades de educação, pesquisa e inovação.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site