NEGÓCIOS

Covid-19 acelera o fim do uso dos desktops nas corporações

Convergência Digital* ... 27/05/2020 ... Convergência Digital

As vendas globais de PCs, Tablets e Celulares deverão registrar queda de 13,6% em 2020, totalizando 1,9 bilhão de unidades, de acordo com o Gartner. Mas a tendência de manutenção do trabalho remoto pós-pandemia incrementará uma renovação do parque pelas empresas. No caso dos equipamentos, os desktops de mesa, os PCs deverão cair 10,5%. Já a venda de notebooks, tablets e chromebooks deverá ser menor.

"O declínio previsto no mercado de PCs em particular poderia ter sido muito pior", diz Ranjit Atwal, Diretor Sênior de Pesquisa do Gartner. "Apesar dos problemas, os bloqueios dos governos devido ao COVID-19 acabaram forçando empresas e escolas a permitirem que milhões de pessoas trabalhassem em casa, e isso permitiu o aumento de gastos em novos Notebooks, Chromebooks e tablets para atender a demanda desses trabalhadores e estudantes. Além disso, as operações de educação e de governo também aumentaram seus gastos com esses dispositivos para facilitar o e-learning."

A covid-19 deixará marcas palpáveis nas corporações e uma delas é a manutenção do trabalho remoto. O Gartner estima que 48% dos funcionários trabalharão remotamente pelo menos parte de seus expedientes após a pandemia, contra aproximadamente 30% antes da crise trazida pelo Covid-19. No geral, a tendência do trabalho em casa fará com que mais departamentos de TI mudem sua estrutura para notebooks, tablets e dispositivos Chrome no trabalho. "Essa tendência, combinada à necessidade de se criar planos flexíveis de continuidade de negócios, fará com que os notebooks comerciais substituam os Desktops até 2021 ou 2022", completa o diretor Sênior do Gartner, Ranjit Atwal.

 


Recrutadores e a dura tarefa de contratar cientistas de dados

O maior gargalo é encontrar profissionais adequados às demandas das empresas e o Brasil, hoje, é um exportador de talentos para outros países.

Cenário ainda é nebuloso, mas aumenta a confiança na indústria eletroeletrônica

Após quatro quedas consecutivas, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) do Setor Eletroeletrônico, aumentou 9,3 pontos no mês de junho em relação a maio, mas ainda fica abaixo dos 50 pontos, indicando o receito das empresas com relação ao impacto da Covid-19.

Bradesco: Open Banking tem regulamentação agressiva e será uma agenda de ataque

O conselheiro do banco, Maurício Minas, diz que os grandes bancos vão adotar técnicas de defesa frente à concorrência, sem deixar de partir ao ataque. "Nós temos funding, balanço e credibilidade", salientou. Bradesco promete o uso massivo das nuvens híbridas.

Câmbio pressiona componentes e repasse vai chegar ao consumidor

Em sondagem realizada pela Abinee,  69% das empresas reportaram "pressões acima do normal".  O custo do frete também impacta os preços em tempo de redução de produção por conta da Covid-19.

Banco Bari e Paraná Banco unem transformação digital ao Open Banking

O Pari, nascido 100% digital, e o Paraná Banco, com 40 anos de atividades, identificam no Open Banking a oportunidade de avançar e consolidar linhas de serviços.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G