Home - Convergência Digital

Salários em alta na TI. Cientista de dados pode chegar a R$ 26 mil

Ana Paula Lobo* - 23/10/2020

A pandemia do coronavírus representou o maior impacto no mercado de trabalho no ano de 2020 e que trará consequências de longo prazo em todos setores da economia.É o que aponta o novo Guia Salarial da Robert Half. Em sua 13ª edição, o estudo apresenta como a aceleração da transformação digital valorizou o profissional de Tl impactando diretamente no aumento das contratações em diversas áreas da tecnologia.

De acordo com Débora Ribeiro, especialista em recrutamento da Robert Half, o cenário exige boas estratégias de atração e retenção, para evitar a perda de profissionais para a concorrência. “Para as empresas, fica o alerta de que os candidatos também avaliam a agilidade delas durante o processo seletivo. Muitas etapas de entrevistas e a demora para conclusão afastam os melhores talentos”, aponta. “Outro ponto de atenção é que profissionais que se destacam dificilmente participam de apenas um processo, ou seja, a empresa que for mais assertiva em todas as etapas do recrutamento sai na frente na escolha do candidato”, completa

Apesar das transformações e dos impactos da COVID-19 não serem uniformes em todas as indústrias, ainda há oportunidades e um número considerável delas impulsionado pela mudança para o trabalho remoto. Muitas empresas estão lutando para encontrar o talento necessário para apoiar novas prioridades de negócios desencadeadas pela pandemia. 

“No meu entender, seja como profissional, gestor ou líder de uma organização, momentos de desaceleração servem também para reorganizar rotas, pois, na retomada, sempre saem em vantagem as pessoas e organizações que, na medida do possível, conseguem se reinventar no caos”, comenta Fernando Mantovani, diretor geral da Robert Half.

Em tecnologia, as posições em destaque são: Segurança da informação, Cientistas/engenheiros de dados, Desenvolvedores / engenheiros de software, Infraestrutura / Cloud e Business Intelligence. Já em projetos, os profissionais mais demandados são: Desenvolvedor(a) (Java, C#, .Net, Android), Analista de cibersegurança e Scrum master.
Aparecem como carreiras do futuro:Arquitetos de segurança, Detetives de dados,Engenheiros de inteligência artificial e  Especialistas em transformação digital.

Do ponto de vista do profissional interessado na vaga, as habilidades comportamentais mais exigidas são: Visão de negócios, Comunicação, Relacionamento interpessoal, Agilidade e Inovação. Do ponto de vista técnico, as habilidades e conhecimentos exigidos são: Metodologia ágil, Cloud, DevOps, Dados, Cibersegurança.

Os salários em destaque para 2021, de acordo com a Robert Half, são, com variação, conforme o porte das empresas:
  
Coordenador de Segurança da informação: R$ 13.200 | 15.200 | 18.100 | 21.000
Cientistas/engenheiros de dados: 13.100 |17.000 |21.950 | 26.700
Desenvolvedor full Stack Senior: 9.250 | 12.000 | 15.500 | 18.900
Coordenador de Infraestrutura: 9.250 | 12.000 | 15.500 | 18.850

*Com informações da Assessoria da Robert Half

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

26/11/2020
Startup Zé Delivery usa LinkedIn para contratar em tecnologia

25/11/2020
Média salarial de profissional de TI no Brasil ficou em R$ 4.849,00

24/11/2020
Startup de soluções financeiras Dock tem 90 vagas em desenvolvimento de software

16/11/2020
Escola do Trabalhador 4.0 sai do papel em março de 2021

13/11/2020
Escola de TI e Inovação oferece imersão gratuita em cloud e cibersegurança

11/11/2020
Grupo Boticário oferece 130 vagas para formação gratuita em desenvolvimento

10/11/2020
Entidades se unem para capacitar estudantes na área de TICs

10/11/2020
Open Banking e PIX induzem consultoria a abrir 100 vagas na área de tecnologia

06/11/2020
IGTI abre inscrições para cursos de tecnologia com preço subsidiado

05/11/2020
everis cria academia nacional de talentos com 15 mil vagas gratuitas

Diversidade e Ciência de Dados: um desafio ao Brasil

Mais mulheres precisam ocupar carreiras em Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática pelo bem do País, incentiva a embaixadora da Women in Data Science da USP (WiDS @USP), Renata Sousa.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A confiança é ganha com mil atos e perdida com apenas um

Por Luis Banhara*

À medida que o conceito de trabalho se descola dos escritórios, mesmo que parcialmente, surgem novos desafios de segurança. A superfície de ataque foi ampliada.

Destaques
Destaques

Certificação é critério de seleção para encarregado de dados

Ainda que a LGPD não exija qualificação específica, o mercado busca profissionais com conhecimento na área. Formação pode custar até R$ 6 mil, observou Mariana Blanes, advogada e sócia do Martinelli Advogados, ao participar do CD em Pauta.

Teletrabalho: sem regulamentação, sem direitos, sem deveres, sem regras

Depois da nota técnica do MPT alertando para o direito à desconexão, Congresso tenta acelerar a votação dos PLs que tratam do tema, entre eles o PL 3915/20. O tema é complexo. IN 65, do governo federal, repassa os custos com tecnologia para os servidores no home office.

Ministério Público: Teletrabalho exige direito à desconexão

Ministério Público do Trabalho elaborou uma nota técnica direcionada para as “empresas, sindicatos e órgãos da administração pública”.  Na orientação, sugere a adoção de etiqueta digital para orientação de patrões e empregados.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site