Home - Convergência Digital

China venceu a corrida pelo 5G, que terá 2020 como ano decisivo

Convergência Digital - 13/12/2019

Apesar da série de movimentos dos Estados Unidos nesse campo, a China venceu a corrida pelo 5G. É o que afirma o relatório de análise política e comercial da consultoria americana ATKearney, que faz 10 projeções de impacto global para 2020, sendo uma delas relacionada à chegada da nova tecnologia. 

Ao listar Coreia, Japão, Cingapura e, mais devagar, a Europa, como áreas onde lançamentos também ocorreram, o relatório indica que não existem fabricantes de equipamentos de telecomunicações nos EUA capazes de competir com a chinesa Huawei e que muito do espectro está reservado para agências de defesa no país, limitando o acesso das operadoras privadas. Motivos que, acredita, desaceleram a implementação do 5G nos Estados Unidos.

Afirma, ainda, o documento, que o governo americano vai tentar financiar fabricantes europeus de tecnologia de redes para competirem com a Huawei. Mas conclui que “a grande vencedora será a China, que lançará 5G em maior escala em 2020 e terá o maior número de assinantes globalmente”. 

A análise é de que o ano de 2020 será crucial para o 5G por conta da disseminação dos lançamentos ao redor do globo. Usando os EUA como exemplo, ressalta o provável lançamento de iPhones 5G e que implementações chegarão em grandes centros como Nova York, Chicago, Los Angeles e Houston, enquanto as áreas rurais ficarão sem cobertura. 

Também faz referencia a possíveis atrasos motivados pela disseminação de desinformações, notadamente sobre riscos de saúde associados ao 5G, que geram certa resistência, alimentando oposições ao grande volume de torres necessárias em cada comunidade. 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

03/07/2020
Certificado digital precisa agregar mais valor, diz o presidente do ITI

03/07/2020
Corretora de bitcoin reage ao fim de conta bancária na Caixa Econômica

03/07/2020
Assespro pede para Bolsonaro revogar compras centralizadas de TI

02/07/2020
Algar corta TAC pela metade e acordo de multas com Anatel cai para R$ 45 milhões

02/07/2020
BC: Pagamento pelo WhatsApp terá de provar proteção aos dados

02/07/2020
Faixa de 1,5 GHz também pode ser destinada ao 5G para uso privado

02/07/2020
Depois da TIM, Vivo e Claro também são multadas em R$ 800 mil

02/07/2020
Claro traz 5G com compartilhamento de frequência para o Brasil

01/07/2020
MEC vai contratar tele para fornecer internet gratuita para até 1 milhão de estundantes

01/07/2020
Projeto no Senado quer regime especial para o Telebralho

Destaques
Destaques

Covid-19 fez smartphone virar agência bancária com 41% das transações financeiras

As transações bancárias feitas por pessoas físicas pelos canais digitais foram responsáveis por 74% do total de operações analisadas em abril, revela a Febraban.

Oi Móvel terá um 'único' dono e Oi não se exclui do jogo do 5G

O CEO da Oi, Rodrigo Abreu, descartou a possibilidade de vender a Oi Móvel 'fatiada' para atender aos interessados: Vivo/TIM e Claro. "Sem chance. O ativo será vendido todo", disse. Sobre o 5G, diz que dependendo do modelo de venda, a Oi entra pensando em B2B, IoT e até para ser MVNO.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site