Clicky

NEGÓCIOS

Stefanini compra unidades de detecção de fraude online e de software da Diebold Nixdorf no Brasil

Convergência Digital* ... 03/12/2020 ... Convergência Digital

A Stefanini anunciou nesta quinta-feira, 03/12, a aquisição das unidades de negócio de detecção de fraude on-line e de software local da Diebold Nixdorf Brasil, com foco na prevenção de fraude de comércio eletrônico e automação de canal. A aquisição foi aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE). As empresas não divulgam os termos financeiros do acordo. Vale destacar que a Diebold Nixdorf continuará oferecendo suas soluções bancárias e de varejo líderes no mercado brasileiro, mantendo abrangentes canais de serviços em todo o País.

Com experiência de 18 anos no sistema financeiro e instalado em milhões de dispositivos, a suíte OFD (Online Fraud Detection) viabiliza o e-commerce, oferecendo a melhor solução para usuários e consumidores de transações eletrônicas baseadas na web via Desktop, Celular e ATM. Ou seja, o software pode ser instalado em qualquer canal da estrutura bancária, incluindo dispositivo móvel, desktop ou caixa eletrônico, por exemplo, para detectar eventos associados a possíveis fraudes - desde clonagem de cartão de crédito até movimentações financeiras não usuais via dispositivo móvel.

“A suíte OFD complementa nossa torre financeira, que hoje é liderada pela Topaz, empresa do Grupo Stefanini que possui um núcleo bancário completo, com grande benefício de segurança e eficiência em relação a seus concorrentes, pois inclui modelos de pagamento, combate à lavagem de dinheiro, e flexibilidade para criar produtos que atendam às demandas específicas dos clientes”, afirma Marco Stefanini, fundador e CEO Global do Grupo Stefanini. Além da unidade de prevenção de fraudes, a Stefanini adquiriu alguns ativos relacionados à automação de canais de atendimento, que incluem soluções de agência/caixa, autoatendimento, mobile banking, internet banking, abertura de contas em plataforma móvel, compensação de cheques, solução biométrica e troca de chaves.

De acordo com Elias Rogério da Silva, presidente da Diebold Nixdorf no Brasil, a empresa decidiu vender o OFD e a unidade de software local relacionada para aumentar o foco em seus centros de desenvolvimento mundial - incluindo suas ofertas globais do software Vynamic, que já atendem e continuarão a atender clientes brasileiros. “A Diebold Nixdorf continuará sua forte presença no Brasil, e seu trabalho como líder absoluto do mercado de soluções bancárias, incluindo hardware, software e serviços de ATM”, destaca o presidente. Após a venda, a Diebold Nixdorf também planeja trabalhar em colaboração com o Grupo Stefanini como um fornecedor de soluções digitais para continuar atendendo às necessidades gerais dos clientes bancários no Brasil.


Cloud Computing
Aplicativo brasileiro é certificado e passa a ser vendido na SAP Store

Aplicativo SAN Mobile, desenvolvido por empresa 100% nacional, otimiza o trabalho dos profissionais de manutenção internos e de campo, que podem realizar suas atividades preditivas de manutenção e inspeção de maneira fácil e remota, mesmo sem conexão de Internet para acesso ao SAP.

Empresas de Internet lideraram fusões e aquisições em TIC no Brasil

Tecnologia da Informação veio em segundo lugar, de acordo com o estudo da KPMG. Segundo a consultoria, foram realizadas 1.117 fusões e aquisições no Brasil em 2020. A presença dos fundos de Venture Capital foram relevantes para os novos negócios.

No melhor momento em 30 anos, indústria de semicondutores quer Padis até 2029

Fábricas no Brasil tocam a transição para os modelos SSD e respondem ao aumento na demanda das memórias, mas temem o fim dos incentivos em 2022. 

Open Banking: Fase inicial não prevê compartilhamento de dados de correntistas

A partir desta segunda-feira, 01/02, entra em funcionamento no Brasil a primeira fase do Open Banking , cuja regulação será implementada de forma gradual, faseada e evolutiva, até 15 de dezembro de 2021.

Emissão de certificado digital pela internet vai usar bases de dados da CNH e do TSE

Videoconferência, já permitida para as renovações, também poderá ser usada na primeira emissão de certificados digitais. ITI - Instituto Nacional de Tecnologia da Informação, responsável pela ICP-Brasil, vai definir bases públicas para confirmação da biometria. 



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G