TELECOM

Autor da nova Lei das teles lidera entidade para brigar por banda larga

Luís Osvaldo Grossmann ... 12/02/2020 ... Convergência Digital

O ex-deputado federal Daniel Vilela, autor do projeto que se tornou o novo marco legal das telecomunicações, a Lei 13.879/19, apresentou nesta quarta, 12/2, a Aliança Conecta Brasil F4, entidade que, explica, busca “potencializar o ecossistema digital no Brasil, tirar do papel e colocar a banda larga efetivamente no centro da política pública”. 

Com foco em infraestrutura e conteúdo, a Aliança Conecta Brasil F4 nasce com apoio da fabricante de equipamentos Huawei, da distribuidora de produtos FiberX, e da consultoria Teleco, mas estará aberta a novas adesões. 

“A Aliança é uma iniciativa da indústria de infraestrutura e dos produtores de conteúdo para que a gente possa neste novo momento, com uma nova legislação, com a iminência de novas tecnologias disruptivas como o 5G, fazer com que a penetração da banda larga, da infraestrutura de telecomunicações possa ser efetivada. É um foro de boas ideias, de cooperações para fortalecer a comunicação com o setor Público sobre a necessidade de infraestrutura”, explica Vilela. 

“É importante lembrar que fora do setor de TICs as pessoas conhecem pouco. Todo mundo tem celular, mas não sabe que há por trás dele tem uma infraestrutura gigante, sem a qual não vamos ter avanço necessário. O Brasil precisa estar conectado para que a gente possa avançar na economia digital. E uma das primeiras agendas é a própria reforma tributária, porque ela não é possível sem pensar na economia digital.”

Ao agregar diferentes entidades do setor de TICs para o lançamento da nova entidade, o evento já disparou uma primeira sinergia. Por sugestão do presidente do Sinditelebrasil, Marcos Ferrari, representantes de operadoras, fabricantes, pequenos provedores e produtores de conteúdo acertaram a construção de uma agenda de interesses comuns.“É certo que existem várias demandas distintas entre tantos atores, mas podemos trabalhar numa pauta de objetivos comuns e quem sabe em seis meses podermos apresentar esse trabalho ao governo, defendeu.  Assistam a entrevista feita pela CDTV, com o ex-deputado Daniel Vilela.


Londrina quer vender Sercomtel por R$ 130 milhões

Tentativa de privatização da operadora, que tem cerca de 400 mil acessos de telefonia e internet, foi remarcada para 18/8, na B3. Prefeitura admitiu o parcelamento na aquisição para atrair interessados nessa nova tentativa.

Refarming vai trazer 5G antes do leilão da Anatel, diz Rodrigo Abreu, da Oi

Executivo adverte, porém, que é necessária uma massificação de verdade na infraestrutura ótica no País. Para Abreu, o leilão tem de acontecer em 2021. “O Brasil não pode atrasar mais”, pontuou.

STF decide que Lei estadual que proíbe fidelização é constitucional

Para a Ministra relatora Rosa Weber, a lei do Rio de Janeiro apenas veda a fidelização, sem interferir no regime de exploração ou na estrutura remuneratória da prestação dos serviços. O objetivo, segundo ela, é apenas a proteção dos usuários.

Faixa de 1,5 GHz também pode ser destinada ao 5G para uso privado

Proposta foi apresentada em reunião do Conselho Diretor da Anatel.  Mas a faixa é usada pela Força Aérea Brasileira para aplicações de telemetria. Agência sugere destinar 30 MHz para satélites, como forma de evitar interferência.

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G