Clicky

GOVERNO » Compras Governamentais

Governo estima R$ 3,5 milhões por ano para banda larga de 432 kbps nos aviões presidenciais

Luís Osvaldo Grossmann ... 08/06/2020 ... Convergência Digital

Enquanto aviões comerciais oferecem conexões em banda larga à bordo que podem chegar a 50 Mbps, o governo federal republicou edital para contratar acesso via satélite para os dois aviões presidenciais brasileiros, capazes de operar velocidades de até 432 kbps. 

Segundo aviso publicado nesta segunda, 8/6, o pregão 19/2020 da Presidência da República terá fases de lances em 19/6 próximo. A estimativa é de que para atender os dois aviões, Embraer-190PR e AirBus A319CJ, usados pelo presidente, o contrato fique próximo de R$ 3,5 milhões por ano. 

Equipados ainda com dispositivos associados ao serviço pela rede de satélites Inmarsat 4, os aviões presidenciais do Brasil não são capazes de receber as conexões sequer em banda Ku, muito menos as mais modernas em banda Ka, capazes de entregar algumas dezenas de Mbps. 

Além de exigir 60 minutos para chamadas para telefone fixo e 60 minutos de ligações para celulares, o edital prevê a assinatura do serviço de transmissão de dados sem franquia, ao mesmo tempo em que contrata uma franquia de 10 GB mensais. Estimando o serviço por cinco anos e usando o índice de serviços de telecomunicações, o edital calcula que no total o serviço ficará em R$ 19,5 milhões. 


Plano do Ceitec é manter 105 empregados até leilão da estatal em setembro

Em audiências de conciliação no TRT-RS, trabalhadores defenderam a transferência, mas governo ainda resiste à proposta. Estatal em liquidação insistiu na demissão de 33 funcionários, suspensa pela Justiça.

ANPD define listas tríplices para vagas no Conselho Nacional de Proteção de Dados

Dos 122 indicados, Autoridade aprovou 39, de onde sairão os 13 escolhidos pelo presidente Jair Bolsonaro.  Brasscom, Federação Assespro, ConTIC e Feninfra estão entre os selecionados.

LGPD: cidadão vai controlar dados pessoais pelo portal Gov.br

Promessa é secretário de governo digital do Ministério da Economia, Luis Felipe Monteiro. Plataforma permitirá ao cidadão revogar autorizações, ou reclamar à CGU.

Economia será o 'tinder' do financiamento para evitar desperdício no governo digital

“Não faz sentido um estado investir em uma identidade digital se já temos uma no governo, ou dois municípios gastarem com plataforma de gestão de tributo local”, explica o secretário Luis Felipe Monteiro.

Estados e municípios vão ficar com US$ 1 bilhão do BID para digitalização

Ao Convergência Digital, o secretário de governo digital, Luis Felipe Monteiro, assegura: “Impacto na economia vai chegar a R$ 100 bilhões."



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G