Clicky

Anatel: Limpeza de postes precisa de R$ 20 bilhões

Luís Osvaldo Grossmann ... 22/02/2021 ... Convergência Digital

Segue sem perspectivas de uma solução perene o imbróglio de uso e limpeza dos postes do setor elétrico pelas empresas de telecomunicações. Como reforçou o presidente da Anatel, Leonardo Morais, nesta segunda, 22/2, trata-se de um desafio que exige um aporte grande, R$ 20 bilhões, sem perspectiva de retorno financeiro. 

“Seria da ordem de R$ 20 bilhões o esforço para a regularização das vias aéreas, sendo um esforço que não geraria receita adicional. É um desafio muito grande. E apesar de todo o esforço, o quadro regulatório vigente é insuficiente para o enfrentamento desse desafio”, afirmou Morais ao participar do seminário Políticas de Telecomunicações, promovido pelo portal Teletime. 

“O Brasil tem aproximadamente 46 milhões de postes. E pelo menos 10 milhões seriam elegíveis a esforços de regularização, em 1,4 mil cidades. Segundo a Aneel, são faturados pelas distribuidoras de energia 24 milhões de pontos de fixação, ou 13% dos 184 milhões de pontos teóricos, com uma receita anual de R$ 1,4 bilhão, mas com grande parte revertida em modicidade tarifária”, disse o presidente da Anatel. 

Segundo Morais, desde que Anatel e Aneel voltaram ao tema e estabeleceram um preço de referência (R$ 3,19, ou R$ 4,25 em valores atualizados), ainda em 2018, mais de 220 mediações foram realizadas, com o valor sendo o ponto central da disputa em 120 casos. 

O presidente da Anatel retomou a defesa de que “parte da solução poderia passar para uma operadora neutra, com a compreensão desse espaço em uma perspectiva de oportunidade de negócios, de geração de valor, uma empresa com foco no atacado e não no cliente final, que atenderia tanto as grandes teles como fomentaria um crescimento ainda maior dos PPPs”. 


Internet Móvel 3G 4G
No 5G, Oi desponta como 'azarão' na faixa de 26GHz

Fora da operação móvel para o consumidor, por conta da venda da Oi Móvel, a tele insinua interesse no leilão para ter espectro para acesso wireless fixo. "Precisamos ver o preço e as regras finais do edital", destacou o CEO, Rodrigo Abreu.

Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

Por casa conectada, Vivo negocia opção de ser acionista minoritária na CDF

A CDF é um marketplace de solulções de assistência residencial e tecnológica e que já é parceira na oferta do Vivo Guru. Os novos serviços serão lançados em breve, mas um deles será voltado para a instalação e  configuração de dispositivos inteligentes.

Huawei: é cedo para dizer quem está dentro ou fora da rede privada do governo

“Existe uma portaria, mas os requisitos ainda não estão completamente claros”, afirma o diretor de cibersegurança da fabricante chinesa, Marcelo Motta.

Oi entra na briga pela fibra ótica em São Paulo

Companhia diz que os pilotos comercial e de rede estão acontecendo e o lançamento ao mercado será no segundo trimestre (abril a junho) para os mercados B2C e B2B. A Oi vai usar 5,2 mil Km de rede própria oriundas da compra da MetroRed e da Pegasus no passado.

Brasileiro retorna ao pré-pago e sonha com superaplicativo

O brasileiro diz que o pré-pago oferece maior flexibilidade de uso, de acordo com pesquisa global feita pela Ding. O estudo também mostra que os brasileiros querem um superaplicativo que combine mensagens instantâneas com mídia social, varejo e serviços.




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G