Clicky

Convergência Digital - Home

Empresas usam, em média, 664 aplicativos em nuvem

Convergência Digital
Convergência Digital* - 24/02/2021

O número de uso de apps em nuvem por organização aumentou 20% em 2020. Empresas com 500 a 2 mil funcionários, agora utilizam em média 664 apps em nuvem por mês. Quase metade dessas aplicações tem um Cloud Confidence IndexTM (CCI) “fraco”, de acordo com uma medida criada pela Netskope que analisa a prontidão corporativa de um serviço na nuvem. Os dados fazem parte de uma pesquisa feita pela Netskope, fornecedora de soluções de segurança na nuvem.

O levantamento mostra que a entrega de malware continua migrando para a nuvem. Hoje,61% de todos o malware é entregue por meio de um app na nuvem, comparado a 48% no ano anterior. O estudo também aponta que as aplicações em nuvem são o alvo de uma em cada três (36%) campanhas de phishing. Embora a maioria das iscas de phishing ainda esteja hospedada em sites tradicionais, os hackers estão cada vez mais utilizando apps em nuvem para alcançar pontos de apoio nas organizações.

Os pesquisadores da Netskope detectaram ainda que o volume de documentos maliciosos do Microsoft Office aumentou 58%, em arquivos do Office como cavalos de Tróia (Trojans), para entregar cargas maliciosas inseridas numa kill chain com vários estágios, incluindo ransomware e backdoors.

“Embora as empresas pensem que a maior ameaça venha de serviços em nuvem pouco conhecidos, obviamente duvidosos, é muito claro que os cibercriminosos estão utilizando os apps mais confiáveis e populares em nuvem  para entrega de phishing e malware”, afirma Paolo Passeri, diretor de Inteligência Cibernética da Netskope. O estudo foi feito a partir de dados anônimos coletados pela plataforma Netskope Security Cloud dentre milhões de usuários globais, no período de 1° de janeiro a 31 de dezembro de 2020.

Obtenha o relatório completo aqui .


Destaques
Destaques

Multicloud está longe de ser simples e exige responsabilidade com a divisão dos dados

As empresas precisam entender que é preciso ter um planejamento e entender o que é preciso, de fato, blindar, e o que é possível perder. "Virtualização não é multicloud", afirma Leonel Oliveira, diretor geral da Nutanix no Brasil.

Globo migra data center de produção digital para a nuvem pública do Google Cloud

Acordo entre as companhias tem validade de sete anos e engloba o uso do Android TV pela emissora. O data center próprio será vendido, informa o diretor de Estratégia e Tecnologia da Globo, Raymundo Barros. As CDNs da Globo seguem com infraestrutura própria.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Cloud é bom, mas quem gerencia?

Edmilson Santana*

Se a nuvem soluciona problemas de um lado, de outro sua operação demanda a formação de um time capaz de traduzir demandas de negócio em continuidade operacional, e isso de forma ágil, produtiva e consistente.

Como a IaaS está alinhada ao seu negócio?

Por Fábio Lucinari*

Cada vez mais é preciso considerar que as opções convencionais de TI tendem a ser ineficientes no trabalho de auxiliar as companhias a se adaptarem às necessidades e aos desafios do cenário atual. Infraestrutura como serviço oferece soluções projetadas sob medida e aprimoram o consumo da área de tecnologia.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site