Clicky

GESTÃO

Serpro quer usar a nuvem para vender no exterior e valorizar privatização

Ana Paula Lobo ... 02/06/2020 ... Convergência Digital

O Serpro quer usar a experiência com serviços em nuvem ao Estado -  oficializou nesta terça-feira, 02/06, a contratação da AWS para a oferta de serviços em nuvem pública e também para a própria estatal - para traçar uma internacionalização, revelou o presidente da empresa, Caio Mario Paes de Andrade. "O Serpro tem uma inteligência para lidar com o cliente Estado que poucas empresas no mundo têm. Por que não usar esse conhecimento para oferecer serviços para governos na América Latina ou no mundo?", indagou Paes de Andrade.

Segundo ainda o presidente do Serpro, a companhia, como estatal, tem o desafio de estar à frente da tecnologia e ser o pilar da transformação digital do Estado. "Não é fácil para uma empresa estatal, com regras rígidas para aquisições, ficar à frente da tecnologia,que evolui muito. Agora mesmo: a transformação digital não retrocede e a pandemia nos trouxe uma aceleração efetiva da digitalização", reforçou. O executivo admite que o Serpro mais eficiente, significará mais empresas interessadas no ativo, caso o acionista - no caso o Governo - realmente se decida pela privatização.

Em abril, por conta da pandemia, o governo admitiu que não haveria 'clima' para vender estatais este ano e reagendou a venda do Serpro e da Dataprev, as empresas públicas de TI, para o fim de 2021, conforme o Programa Nacional de Desestatização e no Programa de Parcerias de Investimento, que é a etapa de preparação de modelagem das privatizações. Em fevereiro, Assembleia Geral do Serpro estabeleceu o capital social da estatl em R$ 1.061.004.829,23 (um bilhão, sessenta e um milhões, quatro mil, oitocentos e vinte e nove reais e vinte e três centavos), integralmente subscrito pela União.





Com ajuda da IA, Vivo quer recondicionar 1,5 milhão de modems e decodificadores até dezembro

A Vivo recolhe e recupera mais de 100 mil destes equipamentos por mês, que passam por atualização de software, reparos técnicos e estéticos.

Governo indica que vai pagar aluguel para quem comprar sala limpa do Ceitec

MCTI também sugere corte nos recursos para a Organização Social que vai ficar com a propriedade intelectual da estatal liquidada, R$ 30 milhões por ano estimados inicialmente já caíram para R$ 20 milhões.

Governo projeta substituir 53 mil servidores por robôs em 2030

Em 2040, mais de 68 mil servidores aptos a se aposentar poderão ser substituídos pela automação. Em 2050, poderão ser mais de 90 mil, segundo pesquisa feita pela Enap.

ABNT cria nova norma para combate às fraudes, pirataria e lavagem de dinheiro

Associação Brasileira de Normas Técnicas fará o lançamento no dia 07 de junho. Entidade também promove cursos de capacitação em compliance.




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G