Clicky

SEGURANÇA

Caixa admite que hackers invadiram o sistema Auxílio Emergencial

Luís Osvaldo Grossmann ... 17/07/2020 ... Convergência Digital

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, revelou nesta sexta, 17/7, que a plataforma Caixa Tem e o sistema de Auxílio Emergencial tem sido alvo de hackers para desvio dos pagamentos de R$ 600 aos brasileiros mais pobres. Segundo ele, a reação da Caixa é que causou instabilidade no sistema – que nos últimos dias têm sido relatada por outras instituições como a fintech PicPay. 

“Parte dos problemas no Caixa Tem é que identificamos algumas contas utilizadas por hackers que estão fazendo bastante barulho”, afirmou Guimarães durante apresentação do calendário de pagamentos das duas novas parcelas do Auxílio Emergencial. Segundo o presidente do banco, nesta mesma sexta haveria uma reunião com a Polícia Federal. Guimarães também indicou que a própria Caixa teria invadido contas de Whatsapp de suspeitos. 

“A gente já invadiu alguns grupos de WhatsApp de hackers e a gente já sabe bastente coisa e vamos passar para a Polícia Federal. Bloqueamos algumas contas usadas por esses bandidos e isso gerou algum tipo de problema. Então parte da questão do Caixa Tem vem de uma reação da Caixa Econômica Federal em relação a alguns bandidos que estão desviando dinheiro da população mais carente, que não vai perder porque pagaremos qualquer problema.”

O executivo não mencionou quantos beneficiários do Auxílio Emergencial foram prejudicados, nem quanto dinheiro foi desviado. É um percentual muito pequeno, mas dentro do volume que estamos pagando não deixa de ser um percentual. Então parte da questão do Caixa Tem é uma reação forte e decisiva da Caixa Econômica Federal contra qualquer possibilidade de desvio desse dinheiro. Nenhum brasileiro de bem sairá prejudicado.”


Oi Soluções cria serviço para evitar ciberataques

Solução identifica, detecta e gerencia falhas e brechas em sites e aplicações de forma pró-ativa. Aplicação permite conformidade à LGPD.

Serpro e Dataprev atuam juntos para incluir biometria facial do INSS no GOV.br

O  INSS usará a base de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) – já que foram selecionados segurados que tenham carteira de motorista ou título de eleitor.

Uber faz piloto de gravação de vídeo em Aracaju

Video permanecerá criptografada no celular e apenas a empresa terá acesso às imagens. O motorista não tem como ver a gravação.

TI está sobrecarregada e ataques cibernéticos viram rotina no governo

“A TI está sobrecarregada. Um analista gerencia de cinco a oito contratos. Mas o governo só vai acordar quando der um problema gigante”, diz o presidente da Associação Nacional dos Analistas em Tecnologia da Informação, Thiago de Aquino Lima. 



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G