TELECOM

Telefônica diz à CVM que desconhece planos para comprar Oi

Luís Osvaldo Grossmann ... 17/09/2019 ... Convergência Digital

Provocadas pela Comissão de Valores Mobiliários depois das notícias – acompanhadas por alta das ações – de que a Telefónica teria planos de comprar a Oi, a noiva cobiçada e o braço brasileiro da tele espanhola responderam desconhecer tais tratativas. 

“Informamos que não temos conhecimento da possível origem das informações veiculadas pelo jornal espanhol e pela Broadcast, de modo que, nesse momento, entendemos que não há qualquer fato relevante a ser comunicado a respeito”, diz a Telefônica Brasil no documento encaminhado à CVM nesta terça, 17/9. 

Na véspera, o jornal digital espanhol El Confidencial noticiou que a Telefónica teria contratado o banco Morgan Stanley para avaliar a aquisição total ou parcial da Oi. 

No mesmo comunicado, a Vivo “informa que está tomando providências para averiguar junto à Telefónica S.A., acerca do conhecimento de informações a respeito do referido assunto que deveriam ser divulgadas ao mercado”.

Igualmente provocada pela CVM, a Oi respondeu ainda na noite de segunda-feira que “desconhece por completo a informação veiculada acerca de qualquer eventual proposta de compra dos ativos da companhia por parte da Telefônica Brasil”. 


Internet Móvel 3G 4G
ConectarAgro quer 13 milhões de hectares na área rural com conexão 4G até o fim de 2021

Associação diz que está aberta para a adesão de operadoras móveis e de fornecedores, além da TIM e da Nokia, que estão na iniciativa desde o começo, há 12 meses. "Não há acordo de exclusividade", frisou Gregory Riordan, da CNH Industrial, que ficará à frente da associação nos próximos dois anos.

Telefone ainda é o canal preferido para reclamações sobre serviços

Desde o início da pandemia da Covid-19, mais de um terço das solicitações (36%) foi encaminhada por telefone, bem à frente chat (21%) e email (20%).

Anatel publica novo regulamento de arrecadação de tributos

Norma disciplina recolhimento do FUST, Fistel, e da Contribuição para o Fomento da Radiodifusão Pública.

Oi: Atraso do novo marco de Telecom jogou ao menos R$ 3 bilhões no 'ralo'

A migração de concessão para autorização só vai acontecer se o processo for sustentável. "Ou resolvemos antes ou esse problema termina em 2025", afirmou o CEO da Oi, Rodrigo Abreu. Sobre a Anatel, principal credora da Oi, o executivo disse que vai busca nova negociação. A volta do Minicom é positiva. "Teremos um interlocutor mais próximo".

UIT abre seleção da consultoria que vai calcular valor do fim das concessões

Manifestação de interesse deve ser feita pelo portal da União Internacional das Telecomunicações até 23 de julho. 

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G