Home - Convergência Digital

Programadores: os talentos mais caçados no Brasil

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 03/12/2019

Cada vez mais empresas precisam de profissionais de tecnologia e a escassez desses tem elevado o salário médio para os profissionais de TI, concluiu um estudo recente da Trampos.co, plataforma de recrutamento online especializada em tecnologia e comunicação. O estudo buscou analisar a quantidade de vagas para desenvolvedores e programadores no Brasil em 2019, além de identificar também os conhecimentos e tecnologias mais exigidos pelas empresas.

A pesquisa avaliou mais de 1150 empresas com vagas abertas no setor de TI, entre elas agências, startups, produtoras, empresas tradicionais, desde pequeno e médio até grande porte. Além disso, analisou também mais de 1400 vagas publicadas em sua plataforma até outubro de 2019.

Uma das principais conclusões do estudo é que a demanda por mão de obra especializada deve continuar em crescimento. Nessa situação, recrutadores devem ainda enfrentar problemas para encontrar funcionários de TI no Brasil, já que a geração de profissionais pode não ser suficiente para acompanhar o crescimento do número de vagas.

Cerca de 40% das vagas de TI analisadas buscam desenvolvedores Full-Stack, 27% buscam desenvolvedores Front-End e 17% buscam profissionais de Back-end, apontou a pesquisa. Já no universo mobile, 24% das vagas buscam profissionais que dominem desenvolvimento de sistemas Android, 19% precisavam de desenvolvedores iOs e 1% buscam desenvolvedores capazes de trabalhar com as duas plataformas.

“A novidade deste ano é o aumento da busca por desenvolvedores que conheçam a linguagem Git, agora em quarto lugar. Também surpreendeu a queda vertiginosa da requisição do inglês, que pulou da quinta posição em 2018 para a décima primeira em 2019, e deu lugar a exigência por conhecimentos em PHP”, comenta Tiago Yonamine, CEO do trampos.co.

O estudo lista também as principais tecnologias exigidas pelo mercado, sendo JavaScript a tecnologia mais requisitada por empresas, seguindo de HTML e CSS. Desenvolvedores mobile que dominam essas três tecnologias podem conseguir salários de quase R$ 10 mil por mês, diz o estudo. A maior parte das vagas ainda continua concentrada em empresas tradicionais, sendo 93% delas.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

28/01/2020
TypeScript, Go, Kotlin: qual dessas você quer usar para programar?

23/01/2020
SESI/São Paulo incorpora programação e robótica à grade curricular

16/01/2020
Parceria oferece 100 mil vagas gratuitas em cursos de programação

12/12/2019
Escola de programação no Brasil só cobra depois do aluno receber o primeiro salário

03/12/2019
Programadores: os talentos mais caçados no Brasil

27/11/2019
Empresa de TI promove hackathon para selecionar programadores

07/10/2019
Brasil soma 70 mil empresas voltadas para desenvolvimento e manutenção de software

01/10/2019
Maratona de Hackers no Rio terá competição internacional da NASA

12/09/2019
Startup promove maratona de capacitação em programação

23/08/2019
QuintoAndar e Codenation oferecem capacitação exclusiva para mulheres em programação

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência de cultivar talentos para TIC no Brasil e no mundo

Por Breno Santos*

A transformação digital ainda é um desafio para muitas empresas no Brasil e a aplicação estratégica das novas soluções deve acontecer por meio de equipamentos e mão de obra qualificada.

Destaques
Destaques

Déficit de mão de obra na América Latina será de 570 mil profissionais em 2020

Empresas da região vão investir nas tecnologias da terceira plataforma - cloud, analytics, Inteligência Artificial - e vão requisitar cada vez mais especialistas em programação e desenvolvimento, projeta estudo da IDC América Latina.

Análise de requisitos define sucesso ou morte dos projetos de TI

Como demonstra o professor e pesquisador Marcos Kalinowski, do departamento de informática da PUC-RJ, especificação boa ou ruim pode triplicar a produtividade ou aumentar em até 50% os custos. O professor da PUC-RJ coordena um projeto de pesquisa na área de Engenharia de Requisitos que envolve mais de 50 pesquisadores de 20 países.

Negócios na nuvem vão gerar 491 mil empregos diretos no Brasil até 2024

A batizada, 'economia Salesforce', formada pelo ecossistema de parceiros e clientes da companhia, vai gerar nos próximos seis anos, 780 mil empregos indiretos e uma receita de R$ 247 bilhões em novos negócios. Transformação digital será responsável por 50% dos gastos com software e computação em nuvem.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site