Clicky

GOVERNO » Compras Governamentais

Com IA, governo libera gigantes globais de TI nas compras públicas

Luís Osvaldo Grossmann e Fabio dos Santos ... 04/11/2019 ... Convergência Digital

O governo apresentou durante o Futurecom 2019 novas ferramentas de tecnologia e Inteligência Artificial para facilitar a participação em pregões e também o trabalho dos pregoeiros. Entre elas, fica aberta a possibilidade de fornecedores internacionais participarem diretamente das licitações. 

“O fornecedor estrangeiro tinha que ter representante credenciado no Brasil no momento da licitação, o que inibia algumas empresas de participar. Agora essa exigência vai ser só no momento da assinatura do contrato. E estamos tirando do Sicaf, o cadastro de fornecedores, a exigência de um CNPJ associado”, disse o secretário de Gestão do Ministério da Economia, Cristiano Heckert. 

A medida tem repercussões diretas no mercado governamental de produtos e serviços de Tecnologia da Informação. “A TI possui fornecedores que são grandes players internacionais e muitos deles operam hoje nas licitações por meio de seus representantes. Com as mudanças, a gente abre possibilidades. [O fornecedor estrangeiro] vai poder continuar participando por meio de representantes no Brasil, mas se a matriz quiser participar diretamente vai ter mais mecanismos para fazer isso.”


Liminar suspende processo de liquidação do Ceitec pelo governo Bolsonaro

Justiça Federal no Rio Grande do Sul acatou pleito em ação civil pública e determinou a suspensão da assembleia que nomearia liquidante da estatal do chip, localizada em Porto Alegre.

Bolsonaro recoloca Jarbas Valente no comando da Telebras

Ex-conselheiro e vice-presidente da Anatel deixou a estatal para ser substituído por Waldemar Gonçalves Ortunho Junior, em abril de 2019, mas, agora, retoma à companhia com a nomeação do coronel para a direção da Agência Nacional de Proteção de Dados.

BNDES vai pagar R$ 8 milhões para preparar a venda do Serpro e da Dataprev

Consórcio vencedor reúne Accenture, a multinacional de RP Burson-Marsteller e o escritório Machado, Meyer, Sendacz, Opice e Falcão Advogados.

Governo alega prejuízo de R$ 10 bi e vai ao STF contra desoneração da folha

Benefício, que acabaria este ano, foi prorrogado para dezembro de 2021, por decisão do Congresso Nacional, que derrubou o veto do governo. A desoneração da folha é considerada essencial para as empresas de TI e Telecom. Governo diz que medida é inconstitucional.

À espera de correção no imposto sobre componentes, indústria maneja estoques

Segundo Abinee, com a demora na publicação de nova resolução Gecex, fabricantes postergaram embarques para evitar imposto de importação. Ministério da Economia diz que novo texto já foi aprovado. 



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G