Home - Convergência Digital

Ativação digital é um caminho sem volta na TI

Convergência Digital* - 13/07/2020

O impacto dos serviços gerenciados de TI nos negócios, antes da pandemia estipulado em 3,6%, se manterá no mesmo percentual após a contenção da covid-19, com uma projeção otimista de crescimento para 7,5% – ponto visto como positivo pelos especialistas diante do cenário global de retração da economia, revelam pesquisa da IDC, apresentada em evento online realizado pela Oi Soluções.

O estudo, realizado com 52 empresas de médio e grande porte no Brasil, revela que 62,8% dos entrevistados atuam em organizações que estão concentrando as suas ações para empregar um modelo de trabalho dinâmico e reconfigurável, enquanto 52,4% indicam que conectar organizações e indivíduos perfeitamente, independentemente da localização, situação ou contexto, é a prioridade das companhias em que colaboram.

O levantamento aponta ainda que para 66% dos profissionais de TI, tanto a ativação digital dos modelos operacionais em busca de automação e soluções sem contato quanto o home office adicionado ou expandido como política de recursos humanos serão transformações que ocorrerão definitivamente, tendo a tecnologia um papel central nessas áreas.

A atuação da área de TI requer uma estratégia que enderece a continuidade e a resiliência, sendo a adaptabilidade, 26%, e a segurança e conformidade, 25%, os itens e percentuais que se destacam entre as preocupações dos entrevistados em relação ao suporte que a TI presta aos negócios das organizações. A consultoria aponta que 40% das empresas brasileiras elegeram a redução da complexidade do gerenciamento de rede como principal fator na adoção da tecnologia SD WAN, e que para 77% a confiança na companhia prestadora é o inibidor na contratação de serviços gerenciados de redes.

O relatório também apura que os temas fundamentais da agenda do Chief Information Officer (CIO) – redes, segurança e cloud – são considerados como prioridades que demandam serviços gerenciados, sendo segurança, com 59,7%, como fator preponderante na TI do Brasil. “A apresentação da IDC foi rica para um entendimento mais amplo do papel dos serviços gerenciados na infraestrutura, segurança e governança do mercado corporativo. Vemos uma perspectiva positiva que 24% das organizações já se encontram em estágio de recuperação, com foco em inovação, na jornada de restabelecimento dos negócios”, diz Adriana Viali, head da Oi Soluções.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

27/11/2020
Oi acerta corte de 50% em multas da Anatel, para R$ 7 bilhões, mas conta pode cair para R$ 4 bilhões

26/11/2020
Sem disputa, Oi vende datacenters e torres por R$ 1,4 bilhão

13/11/2020
Oi avalia 5G para usar 3,5 GHz em banda larga fixa

13/11/2020
Oi quer ser o maior pequeno provedor do Brasil

06/11/2020
Justiça confirma venda da Oi Móvel para 14 de dezembro

27/10/2020
Oi dá zero rating para TikTok e aumenta oferta do Oi fibra para 500 Mega

26/10/2020
Oi firma parceria com a Quod por plataforma de Big Data &Analytics

20/10/2020
Oi entra na disputa do mercado de marketplaces para consolidar marca de consumo

16/10/2020
Projeto Oi Fibra recebe prêmio no Broadband World Forum 2020

15/10/2020
Pelo mínimo de R$ 325 milhões, Oi leiloa cinco datacenters em 26 de novembro

Diversidade e Ciência de Dados: um desafio ao Brasil

Mais mulheres precisam ocupar carreiras em Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática pelo bem do País, incentiva a embaixadora da Women in Data Science da USP (WiDS @USP), Renata Sousa.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A confiança é ganha com mil atos e perdida com apenas um

Por Luis Banhara*

À medida que o conceito de trabalho se descola dos escritórios, mesmo que parcialmente, surgem novos desafios de segurança. A superfície de ataque foi ampliada.

Destaques
Destaques

Certificação é critério de seleção para encarregado de dados

Ainda que a LGPD não exija qualificação específica, o mercado busca profissionais com conhecimento na área. Formação pode custar até R$ 6 mil, observou Mariana Blanes, advogada e sócia do Martinelli Advogados, ao participar do CD em Pauta.

Teletrabalho: sem regulamentação, sem direitos, sem deveres, sem regras

Depois da nota técnica do MPT alertando para o direito à desconexão, Congresso tenta acelerar a votação dos PLs que tratam do tema, entre eles o PL 3915/20. O tema é complexo. IN 65, do governo federal, repassa os custos com tecnologia para os servidores no home office.

Ministério Público: Teletrabalho exige direito à desconexão

Ministério Público do Trabalho elaborou uma nota técnica direcionada para as “empresas, sindicatos e órgãos da administração pública”.  Na orientação, sugere a adoção de etiqueta digital para orientação de patrões e empregados.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site