TELECOM

Oi se posiciona como prestadora de serviços de TI

Ana Paula Lobo e Rafael Mariano ... 14/06/2019 ... Convergência Digital

A Oi se move para se posicionar como uma prestadora de serviços de TI no segmento B2B,  indo além da oferta de conectividade. No CIAB Febraban 2019, realizado esta semana, em São Paulo, a operadora mostrou um portfólio em que a segurança ganhou destaque com uma solução que permite a realização de videomonitoramento com analytics, para identificar pessoas e padrões de comportamento, protegendo o público de uma agência de situações de risco de modo preventivo e proativo.

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, Rodrigo Shimizu, diretor de Marketing do Corporativo da Oi, falou sobre o impacto, no setor bancário, de tecnologias emergentes como Inteligência Artificial, Blockchain e Internet das Coisas. No caso de IoT, a Oi se diz preparada para fazer uma gestão dos dispositivos e de soluções. Já Blockchain é encarado como um desafio para todo o segmento de TI.

"Muito se fala sobre a tecnologia, e ainda temos de entender como construir as aplicações, mas é certo que blockchain estará associado a Inteligência Artificial e Internet das Coisas", sinalizou Shimizu. Já sobre computação em nuvem, o diretor de Marketing do Corporativo da Oi contou que a operadora possui nuvem própria privada e pública, construída com um parceiro canadense, mas a maior aposta é na multicloud para massificar o consumo dos serviços de cloud computing.

Para Shimizu, 2019 está sendo um ano muito relevante para os serviços de segurança da informação e confidencialidade dos dados. Assistam à entrevista.


Internet Móvel 3G 4G
Claro monta show com holograma para demonstrar uso do 5G

Concerto que celebrou 50 anos do Led Zeppelin no Allianz Parque, em São Paulo, usou realidade virtual na apresentação da Nova Orquestra com participação à distância do músico Lucas Lima. 

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Anatel simplifica e zera custo para homologar produtos de Telecom

"A isenção da taxa é imediata e vale para todos os produtos homologados pela Anatel – inclusive radioamadores, drones e produtos importados para uso do próprio usuário”, disse o presidente da Agência Reguladora, Leonardo Morais.

Anatel: Tirando Oi, Telefônica, Claro, TIM e Sky todas as demais são pequenas prestadoras

Critério mudou de 50 mil acessos para 5% de cada mercado relevante, telefonia fixa e móvel, internet e TV paga.  Definição permite a isenção de uma série de obrigações regulatórias.

Acordo entre Enel e teles tenta novo mutirão de ‘limpeza’ dos postes em SP

Meta de limpar 1,8 mil postes até dezembro foi acertada com Vivo, Claro, TIM, Oi e Telcomp e o Procon-SP. 

Teles fazem campanha por conta digital sem papel

Segundo Sinditelebrasil, 76 milhões de clientes ainda recebem faturas impressas todos os meses – em média, 152 milhões de folhas. 




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G