INTERNET

Bolsonaro espanca adversários em game vendido no Steam

Luiz Queiroz ... 09/10/2018 ... Convergência Digital

Desde o último dia 5 de outubro, véspera da votação do primeiro turno das eleições para Presidente da República, está sendo vendido na plataforma mundial de games Steam pelo preço de R$ 8,91. Trata-se do game "Bolsomito 2k18 (leia 2018)". O jogo consiste em o jogador ajudar o personagem e candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro, a espancar mulheres, negros, nordestinos, petistas e as minorias LGBT.

O jogo é atribuído a uma startup denominada "BS Studios", cujo único perfil visível na Internet acabou apagado numa página do facebook, após a polêmica criada com o lançamento do game. O jogo já ganhou 80 avaliações de supostos players, sendo que 88% delas são consideradas "positivas" em termos de jogabilidade, com algumas recomendações de melhorias e outras de apoio do candidato Bolsonaro.

Seus desenvolvedores ao qualificarem a proposta no Steam alegam que o game deixará o jogador "preparado para enfrentar os mais diferentes tipos de inimigos que pretendem instaurar uma ditadura ideológica criminosa no país". E encerram o comentário afirmando que o game promete "muita porrada e boas risadas".

Entretanto, esses mesmos desenvolvedores parecem não estar acostumados às criticas negativas ao game. Ao ter sido classificado como "bosta" por um jogador, o desenvolvedor que atende pela alcunha de "Abrab" e usa uma foto fake do apresentador de TV, Fausto Silva, o Faustão, revidou a crítica da seguinte maneira: "Pior que isso só esquerdista que compra o jogo pra negativar, achando que vai prejudicar alguém kkk".

O Steam até o momento não informou se pretende manter o jogo diponível em sua plataforma mundial ou não, apesar de ter recebido críticas sobre o conteúdo político do game. Mas a forma como o game propaga o mesmo ódio que já se espalhou pelas redes sociais e polarizou a campanha presidencial no Brasil, poderá acabar levando os desenvolvedores a terem de explicar seus objetivos ao Tribunal Superior Eleitoral.

O fato é que o game acaba se tornando mais um elemento para apimentar ainda mais o clima de ódio estabelecido no Brasil, numa campanha presidencial marcada por robôs, perfis falsos e inúmeras empresa fantasmas que se escondem na Internet e ganham dinheiro produzindo fake news contra adversários políticos.


E-commerce B2B movimentará R$ 2,39 trilhões em transações no Brasil

Bens de consumo, governo e varejo estão entre os segmentos que mais vão comprar pela web, projeta a E-consulting. Segundo ainda o estudo, 2019, será marcado pelo binômio eficiência-inovação.

Internet fica com 47% dos gastos com publicidade

Segundo a consultoria Zenith, parte do grupo francês Publicis, até 2021, rede vai deter 52% dos gastos totais com propaganda, que neste ano devem crescer 4,6%. 

Cade arquiva processo contra o Google por práticas anticompetitivas no ecommerce

A acusação partiu da E-Commerce Media Group Informação e Tecnologia, dona dos sites Buscapé e Bondfaro. Segundo a empresa, o Google estaria “raspando” avaliações de produtos que clientes para exibi-las como conteúdo no Google Shopping.

Dados pessoais são "de pessoas" e a LGPD não vai matar os negócios

Os advogados Paulo Vidigal, do Opice Blum Associados, e Fernando Bousso, do Baptista Luz Associados, advertem: a venda de base de dados é proibida hoje e seguirá proibida com a LGPD.

Oi amplia vantagem contra TIM e NET no ranking da Netflix

No mês de maio, a Oi ficou à frente das rivais na banda larga por fibra óptica com velocidade média de 4,04 Mbps. A tele está na primeira posição  no ranking da OTT há quatro meses.

Revista Abranet 27 . abril/junho 2019
Veja a Revista Abranet nº 27 A Convenção Abranet 2019 debateu economia, política e gestão. Cerca de cem empresas de internet e de tecnologia puderam ter uma visão mais clara sobre o que esperar no curto prazo. E muito mais.
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G