Clicky

Claro deve indenizar em R$ 5 mil cliente que perdeu tempo por mau atendimento

Convergência Digital* ... 16/10/2020 ... Convergência Digital

A Turma Recursal Única dos Juizados Especiais de Mato Grosso condenou a operadora Claro a indenizar uma cliente em R$ 5 mil, por danos morais, por conta de cobranças indevidas na fatura telefônica. No caso, a cliente recebeu cobranças da Claro pela assinatura da Netflix, apesar de ter reiteradamente buscado a empresa para cancelar o pagamento. 

Se indenizações por dano moral não chegam a ser surpresa no universo das telecomunicações, vale o registro de que a decisão se valeu da inovadora tese de ‘desvio produtivo do consumidor’, de autoria do advogado capixaba Marcos Dessaune. 

Segundo explica a decisão, “aplica-se no caso a teoria do desvio produtivo do consumidor, já homenageada pelo Superior Tribunal de Justiça, segundo a qual: “caracteriza-se quando o consumidor, diante de uma situação de mau atendimento, precisa desperdiçar seu tempo e desviar as competências – de uma atividade necessária ou por ele preferida – para tentar resolver um problema criado pelo fornecedor, a um custo de oportunidade indesejado, de natureza irrecuperável.”

Ainda de acordo com a decisão judicial, “quando a prestadora de serviço soluciona prontamente o infortúnio, minimizando eventuais transtornos e aborrecimentos, não se verifica a configuração de dano moral. No entanto, quando sua conduta é de resistência à reparação do erro cometido, como no caso em tela, fazendo com que o consumidor seja submetido a um calvário para o fim de obter o seu direito, caracteriza-se o dano moral”. 

* Com informações do Conjur


Covid-19 faz disparar as queixas contra banda larga e celular pré-pago

Balanço da Anatel mostra que no geral as reclamações caíram 0,5% em 2020. Mas aumentaram 31,6% na internet fixa e 16,2% na telefonia móvel. 

Venda de celulares cresce 10%, puxada por aparelhos mais caros

Segundo a IDC Brasil, smartphones tiveram alta de 14% entre julho e setembro de 2020, enquanto os modelos mais baratos, feature phones, caíram 26%. Mercado cinza encolheu e receita com vendas disparou 48%.

STJ: Agenda do celular não tem proteção de sigilo

Segundo a Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça, diferentemente de mensagens e conversas, contatos da agenda e registros de chamadas não precisam de autorização judicial para serem acessados pelas autoridades. 

Algar substitui Claro no 0800 do Ministério da Economia

Contrato de R$ 28,7 mil tem validade inicial de um ano, até o final de 2021. 




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G