Clicky

INTERNET

Abranet: custo de contratação de DPO para PMEs é excessivo

Da Redação da Abranet* ... 02/03/2021 ... Convergência Digital

As empresas de pequeno porte não possuem os mesmos recursos que grandes empresas, enfrentando um cenário mais complexo para se adequar aos padrões exigidos pela Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e por isso deveria ser estabelecido um tratamento diferenciado para elas, frisou a Associação Brasileira de Internet (Abranet) em sua contribuição à consulta sobre a tomada de subsídios 01/2021 sobre a regulamentação da aplicação da LGPD para microempresas e empresas de pequeno porte, startups, empresas de inovação e pessoas físicas que tratam dados pessoais com fins econômicos.

A Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) havia aberto prazo até 1º de março de 2021 para recebimento de contribuições do setor. A Abranet pontuou que o desafio regulatório central para a ANPD diz respeito a compatibilizar a garantia do exercício do direito à proteção de dados em sua plenitude, sem incorrer em custos regulatórios excessivos e que inviabilizam a atividade desta parcela tão significativa da economia brasileira.

Como exemplo de alto custo para as empresas de menor porte, a Abranet apontou a necessidade que a regulamentação traz de contratar e manter um encarregado de dados (DPO) nas PMEs. "Nesse contexto, a regulamentação deveria considerar que quaisquer exigências regulatórias significam um custo econômico-financeiro e de oportunidade desproporcionais quando se trata de agentes de tratamento de pequeno porte, de modo que, pelo fato de disporem de recursos inferiores quando comparados às grandes empresas, os agentes econômicos de pequeno porte podem enfrentar grandes dificuldades para se adequar à LGPD; podemos citar a obrigação que a manutenção de um encarregado nas pequenas e médias empresas pode implicar em um custo mensal excessivo", diz o texto encaminhado pela Abranet.

A Abranet afirmou entender que cabe à ANPD estabelecer um tratamento diferenciado, quando relacionados a essas empresas de médio e pequeno porte, especialmente em tópicos como a aplicação de sanções, a modulação das obrigações impostas pela LGPD, o estabelecimento de parâmetros regulatórios complementares à Lei e a definição de prazos para o cumprimento dessas obrigações.

Entre as sugestões indicadas, a associação sugere que a ANPD e preveja procedimento específico a ser seguido no caso em que o infrator seja agente de tratamento de pequeno porte, na mesma linha que a lei estabelece penalidades proporcionais à condição econômica do infrator, privilegiando a prevenção de incidentes e a construção de uma cultura de proteção de dados no País. A sugestão da Abranet é que a responsabilização das primeiras três infrações seja limitada a advertências combinadas com orientações para adoção de medidas corretivas e ações de prevenção de novos incidentes no futuro.

A Abranet também pede que, como diretriz geral, adote-se prazo em dobro — quando comparado com o prazo estabelecido para as demais empresas — para que agentes de tratamento de pequeno porte cumpram as obrigações legais e regulatórias a que estão sujeitos. Outro ponto levantado pela entidade é o da dispensa das médias e pequenas empresas da obrigatoriedade de nomear um encarregado de dados.

Como justificativa, a Abranet afirmou que, com a simplificação de determinadas regras para as PMEs, seria possível fomentar a inovação e, por consequência, a geração de empregos a partir do uso de dados em conformidade com a LGPD. A Abranet apontou que a manutenção do registro das operações de tratamento de dados pessoais é obrigação custosa e, como exemplo, apontou que a legislação europeia, a GDPR, prevê que seja dispensada para agentes de tratamento de pequeno porte.

O Brasil poderia seguir caminho semelhante, disse a associação, sugerindo a dispensa do registro para microempreendedores individuais e microempresas, para empresas de pequeno porte e startups, salvo quando a atividade econômica principal da empresa tenha como elemento fundamental o tratamento de dados ou quando a empresa ultrapassar um volume anual de operações de tratamento de dados pessoais definido pela ANPD. Para este último caso, a Abranet propôs a simplificação da obrigação, exigindo apenas o registro do tratamento principal da empresa e o estabelecimento do conteúdo mínimo a ser incluído no registro, mantendo flexibilidade quanto ao formato no qual o registro deve ser realizado.


Revista Abranet 33 . jan-mar 2021
Veja a Revista Abranet nº 33
A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais impõe a contratação de um DPO (Data Protection Officer), profissional que tende a ficar cada vez mais requisitado e valorizado... Veja a revista completa.
Clique aqui para ver outras edições

Idec cobra ANPD, Senacon e Cade por medidas contra mudanças no WhatsApp

Entidade de defesa do consumidor alega que por não permitir consentimento, nova política de privacidade e termos de uso violam LGPD. Novo modelo da OTT está previsto para vigorar a partir do dia 15 de maio.

Internet das Coisas desafia a privacidade e a governança da Internet

A afirmação é da professora da Escola de Comunicação da American University, Laura DeNardis, que participou da Seminário Internacional de Governança da Internet. Especialistas afirmam que confundir governo com governança é um erro grave e ameaça o ecossistema.

Agora é lei. Perseguição na Internet pode levar a até dois anos de prisão

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei que inclui no Código Penal a modalidade do crime de 'stalking1, prática de perseguição de pessoas na Internet. Penalidade pode ser acrescida em 50% se o crime for direcionado a mulhres e as crianças.

Brasil é top 5 entre os países que mais mandam tirar conteúdo do Google

País é o único citado na América Latina, mas deixou a segunda posição nas solicitações de retirada de informações da internet, independente de serem verídicas ou não. Maior parte dos pedidos é ligada à difamação.

MOB Telecom investe em core de 2,4TB instalados entre Fortaleza e São Paulo

Com presença forte no Nordeste, mas com presença em 14 estados, investitu R$ 3 milhões no reforço à infraestrutura.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G