Por mudança no plano de recuperação judicial, Oi adia divulgação de resultados

Ana Paula Lobo* ... 28/05/2020 ... Convergência Digital

A Oi adiou a divulgação dos resultados do primeiro trimestre de 2020, marcada para ocorrer nesta quinta-feira, 28/05, após o fechamento do pregão, para o 15 de junho, com a justificativa de que apresentará nesta data, um aditamento ao plano de recuperação judicial, com o pedido de venda de ativos, entre eles, a Oi Móvel, disputada por Claro, TIM e Vivo.

Mas para evitar especulações no mercado, a Oi revelou dado preliminar de EBITDA, que aumentou 18,4% em relação à cifra registrada no 1º tri de 2019 e também reportou ter R$ 6,31 bilhões no caixa, valor semelhante ao divulgado em março. À CVM, a Oi informa que o adiamento aconteceu em função da necessidade de levantar toda a documentação necessária a fim de protocolar na Justiça o pedido de aditamento de seu plano de recuperação judicial.

“Como a Companhia tem a intenção de antecipar o protocolo da proposta de aditamento ao PRJ, fazendo com que o mesmo seja disponibilizado até a data de 15 de junho de 2020, a Companhia pretende disponibilizar suas informações financeiras trimestrais e relatório de revisão dos auditores independentes, relativos ao primeiro trimestre de 2020, de maneira coordenada com a divulgação da proposta de aditamento, possibilitando assim melhor visibilidade e compreensão pelo mercado, de forma mais contextualizada e abrangente”, diz no fato relevante.


Internet Móvel 3G 4G
TIM ativa piloto de banda larga fixa com 5G DSS

Primeiros 300 clientes iniciaram testes da tecnologia em Bento Gonçalves (RS), Três Lagoas (MS) e Itajubá (MG). Operadora está entregando os equipamentos em comodato para os testes.

Anatel flexibiliza regras para as MVNOs

Em especial, agência passa a permitir que operadoras virtuais possam fazer contratos com mais de uma prestadora na mesma área de registro. 

Carlos Baigorri toma posse no Conselho Diretor da Anatel

Em cerimônia no Ministério das Comunicações, o novo conselheiro afirmou que "a Anatel tem diversos desafios para o ano que vem, como o leilão de 5G, e temos que garantir que a conectividade chegar a todos rincões do País, com qualidade e a preços acessíveis à população para que todos os brasileiros possam exercer a sua cidadania”.

Feninfra diz que sem desoneração da folha país perde R$ 2 bilhões e 500 mil empregos em Telecom

Segundo a presidente da entidade, Vivien Suruagy, caso o Congresso não derrube o veto de Bolsonaro à medida, haverá um "apagão de tecnologia" no país.

Para OCDE, tributação é gargalo de telecom no Brasil

“Um ponto fraco significativo é o alto nível dos tributos e das taxas aplicados ao setor de comunicações”, aponta a entidade em relatório sobre o setor. Infraestrutura passiva e renovação sucessiva de espectro merecem atenção. 

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G