NEGÓCIOS

Banco Bari e Paraná Banco unem transformação digital ao Open Banking

Ana Paula Lobo ... 24/06/2020 ... Convergência Digital

O Open Banking já é uma realidade em dois bancos do sul do País: o Bari e o Paraná Banco. O Banco Bari é uma instituição que tem uma expressão relativamente forte no Sul do país, especialmente em Santa Catarina e Paraná e, por ser um banco novo, que opera desde 2018, já nasce como um banco digital. "Além de continuar essa linha de negócios, queremos também atacar outra áreas como conta corrente, mas, não para ser só mais uma, queremos trazer diferenciais", revela o CTO da instituição, Henrique Weber. O processo de open banking nas duas instituições foi conduzido pela Sensedia, especializada em API Management e integrações.

Já o Paraná Banco, instituição com 40 anos de atividade, a transformação digital transformou a instituição em um banco monoproduto. "Há três anos atrás, começamos nossa transformação digital e, diferente de outros bancos que estão indo para uma linha de conta digital e cartões, estamos trabalhando na linha de criar a melhor experiência no crédito consignado. Foi uma grande transformação não só tecnológica mas, principalmente organizacional, para conseguir refletir no desenvolvimento de um produto digital", afirma o CTO da instituição, David Ruiz.

O Open Banking é uma oportunidade. Para Ruiz, o novo conceito vai viabilizar um contrato mais explícito para que fintechs, bancos, etc, consigam colocar seus serviços financeiros a disposição para serem consumidos. Já Henrique Weber, do Banco Bari, diz que o grande ganhador do open banking será o correntista. "Já as instituições terão que se estressar para buscar uma eficiência mais interessante. Elas terão que ser mais eficientes operacionalmente, gerar recursos e,assim o cliente consegue essas condições interessantes. Claro que isso é só uma parte do Open Banking, tem a outra parte da transação, da consulta, da informação, tanto financeira quanto pessoal. Mas, no geral, é uma coisa inevitável. Nós acreditamos que o Open Banking traz benefícios é e uma pauta prioritária dentro do Banco Bari".

O Banco Paraná está trabalhando no desenvolvimento de soluções seguras e customizadas ao perfil de clientes. "Já temos essa preocupação de como nós estamos criando e consumindo nossas jornadas digitais. Nós já pensamos em APIs públicas para serem consumidas, não só pelo Paraná Banco, pelos correspondentes, mas, também por parceiros que podem construir jornadas que nós ainda não pensamos, para oferecer nosso crédito consignado. O Open Banking vai viabilizar não só como a gente pode expor nossos serviços financeiros mas, como eu posso melhorar a minha jornada, conectando através de outros bancos que talvez esse cliente tenha conta. Com o Open Banking, eu posso simplificar a jornada e criar uma relação mais segura entre ambas as instituições", defende Ruiz.

Para um banco que já nasceu digital, como Bari, a abordagem de APIs é uma garantia de nascer dentro das melhores práticas e seguir os melhores padrões. "A utilização de API viabiliza o desacoplamento (do core bancário), ou seja, você torna a sua arquitetura mais fácil de manter. Tudo é uma entidade que trabalha independente de outra e se comunica por API.", comenta Weber.

Segundo ele, "se você tem uma camada de API, nada se comunica diretamente sem passar por essa camada. Bom, mas você está criando um cotovelo, não é melhor um sistema falar direto um com outro? Ele pode ser até mais rápido, mas, a médio e longo prazos, ele vai ter vários passivos. Você não consegue controlar essa comunicação, todas as informações passam por uma camada única. Assim você loga tudo e tem um controle no micro detalhe de tudo o que acontece dentro da instituição, isso vale para segurança, analytics, comportamento de usuários, etc".




Cloud Computing
BNDES abre linha especial para IoT, Big Data e digitalização

Chamada BNDES Crédito Serviços 4.0, linha tem limite por operação é de até R$ 5 milhões O prazo de pagamento é de até 120 meses, com carência de três a 24 meses. 

Cientista de dados: seja investigativo, analítico e curioso

Não há um perfil delimitado para o cientista de dados, o que significa que ele pode ser um 'profissional mais rodado e experiente' ou uim jovem recém-saído das universidades. Mas há um ponto essencial: a multidisciplinaridade, aponta o professor e especialista em ciência de dados do Instituto de Gestão e Tecnologia da Informação (IGTI), João Carlos Barbosa.

Transformação digital é mudar a mentalidade de produto para solução ao cliente

"Não precisamos da furadeira, mas, sim, do buraco na parede", exemplificou Thales Teixeira, fundador da decouping.co, ao revelar o impacto da jornada digital. Para Teixeira, a inovação está no modelo de negócios. "A tecnologia é só um motor", pontuou.

Serpro busca parceria com bancos para emissão de certificado digital

Chamamento público espera identificar oportunidades de negócios que fomentem a massificação das assinaturas digitais. 

Huawei diz ter estoque suficiente para atender demanda nacional

Diretor senior de Relações Públicas e Governamentais da empresa, Atílio Rulli, assegurou que o estoque da fabricante está 'em linha com que é visto no mundo'. Hoje a Huawei produz localmente 40% dos equipamentos que vende às operadoras, ISPs e empresas brasileiras.

Acesso Digital recebe aporte e entra na briga pelo mercado de Telecom

Empresa, criada em 2007, trabalha com reconhecimento facial e assinatura eletrônica, recebeu um investimento de R$ 580 milhões liderado por SoftBank e General Atlantic.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G