INOVAÇÃO

Aplicativo do Flamengo do BS2 já teve mais de 700 mil downloads

Por Roberta Prescott e Carlos Afonso ... 12/06/2019 ... Convergência Digital

Fundado em 1992, o antigo banco Bonsucesso iniciou uma nova fase de sua história em 2017. O agora chamado BS2 se classifica como um hub de serviços financeiros, digital e online. Conforme explicou Rudy Mendes Cordeiro, da diretoria de tecnologia do Banco BS2, a instituição entendeu que os clientes precisam não de bancos tradicionais, mas de serviços financeiros.

O Banco BS2 é patrocinador do Flamengo e lançou um aplicativo com a cara do time carioca para os torcedores abrirem contas correntes. O aplicativo possui as mesmas funcionalidades do aplicativo convencional do BS2, mas personalizado com as cores do rubro-negro. "Em 30 dias, entregamos a personalização de um aplicativo de banco para o Flamengo, criamos hotsite para votar no design do cartão e lançamos os serviços. Este é um exemplo concreto de como podemos nos reinventar", disse. Segundo Cordeiro, já foram feitos 700 mil downloads do app do banco do Flamengo.

O BS2 vem usando open banking para permitir a empresas de diversos setores automatizarem seus processos financeiros, por meio do acesso direto aos serviços transacionais da instituição. Desde consulta de saldo ao envio e recebimento de TEDs, pagamento de contas, emissão e recebimento de boletos e conciliação de extratos. "Percebemos que a indústria e a sociedade mudaram; entenderam que não precisam de banco, mas de serviços bancários; e, assim, partimos para a iniciativa digital de fato. Entregar um banco via aplicativo e soluções bancárias via APIs", explicou.

O banco tem também três startups integradas a seu barramento e mantém relacionamento ativo com ecossistemas geradores de inovação, como universidades. Além disso, desde o ano passado, tem implementadas interfaces de programação de aplicações (API, na sigla em inglês) em iniciativa de open banking. "Acreditamos que qualquer um pode consumir nossos serviços bancários via API. Hoje temos 20 APIs transacionais e 30 clientes usando APIs em modelo taylor made", disse o executivo. Assistam à entrevista.


Maganine Luiza abre concurso para escolher startups

Rede varejista está com inscrições abertas para o seu primeiro pitch day de serviços digitais. "Queremos todos os tipos de startups", avisa a gerente do Magazine Luiza, Juliana Silva.

Só a inovação tira o Rio de Janeiro da estagnação econômica

A afirmação é do presidente do TI Rio, Benito Paret. Segundo ele, o Estado do Rio de Janeiro tem de buscar novos caminhos e eles passam pela inovação.

Petrópolis terá sensores IoT para prevenção de enchentes

Iniciativa é um projeto-piloto de cidades inteligentes, em parceria com o BNDES e com a ENEL, e começa a ser implantado no começo de 2020, revela o secretário de Desenvolvimento do município, Marcelo Fiorini. "Política pública não pode ser projeto político. Ela é de longo prazo", observa o executivo.

Startup cria software para detectar interações perigosas entre máquinas e homens

Até então incubada na UFF, no Rio de Janeiro, a Displace desenvolveu um software para proteger o homem na rotina da indústria 4.0. A ideia atraiu a atenção de grandes empresas, entre elas, a Ambev.

Finep tem crédito de R$ 200 milhões para projetos de indústria 4.0

Linha vai apoiar projetos em internet das coisas, big data, computação em nuvem, segurança digital, robótica avançada, manufatura digital e aditiva, inteligência artificial e digitalização.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G