Clicky

OPINIÃO

A sua empresa sabe o que é Indústria 4.0?

Por Ubiratan Mascarenhas*
03/07/2020 ... Convergência Digital

Falamos muito sobre a indústria 4.0 hoje, mas o que é indústria 4.0? Uma indústria mais automatizada? Mais conectada? Mais integrada? Eu diria: é tudo isso junto e, sim, é um mundo totalmente novo.

A Indústria 4.0 ou a quarta revolução industrial é um conceito global, criado na Alemanha para iniciar uma nova era na produção de bens, que engloba tecnologias para automação e compartilhamento de dados, e utiliza novos conceitos nos processos de fabricação, incluindo sistemas ciber-físicos (CPS – sigla em inglês), Internet das coisas (IoT), Internet das coisas para as indústrias (IIOT), computação em nuvem, computação cognitiva e inteligência artificial.

Indústria 4.0 é a continuação da revolução industrial de nossa história. No século XVII, tivemos, na Inglaterra, a 1ª revolução, que introduziu máquinas na fábrica, reduzindo o trabalho manual; entre 1870 e 1914, ocorreu a 2ª revolução, com a inclusão da produção em massa, criada por Henry Ford. A 3ª revolução, também chamada de revolução digital, surgiu entre 1950 e 1970. A partir daí, evoluímos muito em tecnologia de produção, que vemos até hoje na maioria de nossas fábricas.

Tecnologias disruptivas

Para esses novos conceitos funcionarem bem, não há outra maneira senão a tecnologia; muita tecnologia. Tecnologias que permitem novas formas de venda, novas formas de compra e novas formas de produção. Tecnologia que ajuda a criar o produto certo e a alcançar o cliente certo, na hora certa, com o menor custo possível.

Para muitas empresas, esse ainda é um grande desafio. Temos indústrias globais que já contam com uma grande escala tecnológica (como a indústria automotiva ou a eletrônica), onde - com um pouco de personalização - elas podem se tornar uma indústria 4.0. Mas, para a grande maioria das indústrias do mundo, isso ainda não é uma realidade. Para que essas indústrias entrem no mundo 4.0, elas precisam de tecnologias flexíveis. Precisam ser capazes de incorporar seus antigos sistemas ao mundo moderno das APIs.

A mudança para a indústria 4.0

É aqui que as tecnologias B2B modernas, como EDI, comércio eletrônico, compras eletrônicas e outras, se apresentam. Com elas, você conecta sistemas antigos com formatos pouco conhecidos - mesmo através de arquivos - a sistemas modernos, robôs, sistemas em nuvem, aplicativos e muito mais. Isso significa que não há necessidade de substituir sistemas antigos por novos e caros.

A possibilidade de fazer essas mudanças com baixo investimento abre novos horizontes para as empresas. Isso inclui vendas multicanais pela internet, aplicativos, retiradas em lojas ou drive-thru, o que as prepara para atender qualquer cliente no mundo globalizado. A partir do momento que uma indústria consegue modernizar suas aplicações e processos, outra fase começa. Eles precisam compartilhar informações estratégicas e confidenciais na cadeia de suprimentos de maneira automatizada e controlada.

Nesse ecossistema, um cliente e um fornecedor podem trabalhar com suas especificações técnicas, catálogo, preços e contratos de maneira fácil e transparente. Novamente a tecnologia fazendo a diferença por meio de ferramentas de gerenciamento de conteúdo, onde as equipes podem trabalhar em documentos complexos simultaneamente e sem perder tempo. E isso funciona onde quer que essas pessoas estejam, seja no Brasil, na China ou no Alasca.

Sua empresa está pronta para a Indústria 4.0?

A Indústria 4.0 está aqui. É uma realidade. As empresas que não se adaptarem a esse novo mundo ficarão para trás, devido à falta de agilidade no atendimento a seus clientes ou pelo custo mais alto. Seu concorrente não está mais na cidade vizinha ou no próximo estado; pode estar no próximo país. Quem sabe? Pode até estar em outro continente.

*Ubiratan Mascarenhas é diretor de Negócios da Axway


Carreira
Brasileiros admitem vazar dados em troca de benefícios pessoais

Pesquisa feita pelo Instituto de Pesquisa do Risco Comportamental (IPRC), em 24 empresas privadas do país, mostra que apenas 1/3 dos profissionais ouvidos têm  consciência de que o dado é um bem da organização. O restante admite não guardar sigilo das informações.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G