Convergência Digital - Home

Transformação digital não é levar aplicação para nuvem ou usar um chatbot

Convergência Digital
Por Ana Paula Lobo e Roberta Prescott - 18/10/2019

Dentro do mercado global de tecnologias da informação e comunicação (TIC), o Brasil se mantém no sétimo lugar, com US$ 97 bilhões investidos em 2018. "Estamos vendo gradativamente a transformação dos investimentos em infraestrutura em TI e neste momento estamos no ponto equilibrado, perto do que tem nos mercados mais maduros, que é meio a meio, com US$ 47 bilhões em investimentos em TI e US$ 50 bilhões em telecom", apontou Luciano Ramos, gerente de pesquisa de consultoria da IDC, durante a ABES Software Conference, realizada no dia, 14/10, em São Paulo .

Na relação investimentos em TICs e o Produto Interno Bruto (PIB), os 2,3% do Brasil estão acima dá média de 1,9% da América Latina, mas ficam abaixo do vizinho Chile (2,4%) e de mercados como os Estados Unidos, países da Europa e Japão, nos quais o porcentual varia entre 2,9% e 4,2%. "Temos espaço para melhorar e tornar nossas empresas mais inovadoras e competitivas", disse.

Tema bastante em evidência, a transformação digital, segundo Luciano Ramos, deve ser trabalhada sob diversos aspectos, incluindo, a transformação da liderança, do modelo de negócio, da fonte de trabalho e entregando uma experiência omnipresente aos clientes. A IDC estima que pelo menos 41% do PIB da América Latina vai estar digitalizado até 2021, com crescimento impulsionado por ofertas, operações e relações melhoradas digitalmente.

As companhias, como demonstrou o consultor da IDC, estão mais conscientes do que é transformação digital. Se no estudo da IDC de 2017, 74% das empresas afirmaram estar nos primeiros estágios da transformação digital, em 2018, esse porcentual subiu para 88%. "As empresas estão vendo que transformação digital não é apenas levar uma aplicação para nuvem ou lançar um aplicativo. Também já entendem que ter chatbot não é uso de inteligência artificial. Elas se tornaram mais críticas", completou.

Para Ramos, a vigência da Lei Geral de Proteção de Dados, a partir de agosto de 2020, não será conflitante com a transformação digital. Com relação aos empregos, Ramos admite que o desafio é o de capacitar os empregaos para as novas funções que vão surgir. Assistam a entrevista com o consultor da IDC, Luciano Ramos.


Destaques
Destaques

Embratel centraliza dados do ministério da Saúde na nuvem

Os dados do Portal do Ministério da Saúde, do Portal Coronavírus e e-SUS-VE foram 100% migrados para a nuvem da Embratel. Entre os aplicativos migrados está o CoronavírusSUS. Os apps de saúde já atingiram picos de mais de 80 milhões de acessos diários.

Compartilhamento de dados fomenta o big data no governo federal

A TIC Governo Eletrônico 2019 mostra que ainda há muito por usar em análise de dados no governo. O MPF foi o maior utilizador dos dados para análise. O Executivo ficou com apenas 20%. Serviços na nuvem também ficam aquém do desejado.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Transformação digital exige eficiência no gerenciamento

Por Luiz Fernando Souza*

Prevenir é sempre melhor do que remediar. Essa é uma máxima que precisa ser aplicada à transformação digital, e vale quando falamos da gestão dos servidores. E as razões são simples: é menos sofrido, menos dolorido e mais barato manter uma rotina de trabalho focada na manutenção, preservando com inteligência dados e sistemas.

Jornada para a nuvem: evite as armadilhas e faça a coisa certa

Por Fábio Kuhl*

Até bem pouco tempo, a nuvem era inovação, hoje me arrisco a dizer que, em breve, uma commodity.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site