Clicky

INOVAÇÃO

Polícia Federal quer usar drones no combate aos crimes eleitorais.

Da redação ... 23/10/2020 ... Convergência Digital

Nas eleições municipais de novembro, a Polícia Federal (PF) quer usar drones como forma de prevenção e repressão de crimes eleitorais como boca de urna e transporte irregular de eleitores.

De acordo com o órgão, mais de 100 aeronaves pilotadas remotamente deverão ser alocadas em municípios considerados estratégicos, em todos os estados. A intenção é que os equipamentos sobrevoem as zonas eleitorais de modo a inibir e flagrar a prática de condutas vedadas nos dias de votação.

Segundo a PF, os drones possuem câmeras capazes de realizar zoom suficiente para identificar suspeitos, placas de veículos, entregas de santinhos e situações de compra de votos, com imagens de alta nitidez.

As imagens capturadas serão transmitidas a uma equipe da PF que estará preparada para monitorar todas a eleição em todo território nacional, determinando a adoção as medidas cabíveis diante de atividades suspeitas, informou o órgão.

O primeiro turno das eleições municipais está marcado para 15 de novembro. O segundo turno, onde houver, ocorrerá em 29 de novembro. O horário de votação será sempre das 7h às 17h, no horário local.

*Fonte: Agência Brasil


Cloud Computing
Hospital Santa Paula faz recuperação de desastre na nuvem com Oracle

Com uma média de 120 mil pacientes no pronto atendimento, a instituição paulista modernizou sua infraestrutura de TI ao adquirir dois Oracle Exadata Machine X8-2, para produção e contingência.

Petrobras aciona o novo maior supercomputador do Brasil

Supercomputador Dragão está ligado à rede de 100 Gbps e tem capacidade de processamento equivalente a 4 milhões de smartphones.

STF e STJ vão usar inteligência artificial para compartilhar dados

Acordo prevê uso de ferramenta já disponível no STJ para identificar precedentes judiciais e indicar novos temas de repercussão geral.

TCS troca identidade digital por soluções de Blockchain

Fornecedora de serviços de TI vai projetar soluções para Saúde, Energia, Educação e Serviços Financeiros na América Latina em parceria com a LACCHain, iniciativa do BIT Lab.

IA vai além do diferencial competitivo: ela ditará a sobrevivência das empresas

Ayesha Khanna, cofunddora e CEO da ADDO AI, diz que Inteligência Artificial faz diferença ao ser centrada no cliente; para a redução de riscos e combate à fraude; para a melhoria dos processos e para fomentar a inovação.

Serpro vai ao mercado para buscar parceiros para Internet das Coisas

Estatal procura soluções de gerenciamento de dispositivos, de serviços para dispositivos embarcados e de comunicação de redes.  Serpro pede interoperabilidade e padronização.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G