GESTÃO

Poupinha, o chatbot do Poupatempo, trocou 100 milhões de mensagens com cidadãos

Convergência Digital ... 29/03/2018 ... Convergência Digital

O Poupinha, chatbot do Poupatempo, completou a marca de 100 milhões de mensagens trocadas com cidadãos. Desde que foi lançado, em dezembro de 2016, foram 2,5 milhões de agendamentos concluídos e mais de 300 mil mensagens de agradecimento para o robô. O Poupinha é oriundo da Nama, criada para descompliar a Inteligência Artificial.

Atualmente, a empresa tem focado em avançar sua atuação para as novas verticais de negócio: varejo, instituições bancárias, indústria, fintechs, entre outros. No quarto trimestre de 2017, triplicou sua base de clientes e, para o primeiro semestre de 2018, projeta uma taxa de crescimento de 20%.

Para Rodrigo Scotti, CEO da Nama, vivemos um tempo no qual os chatbots são a melhor opção para as empresas atenderem seus clientes. "Já está provado que os consumidores preferem ser atendidos por mensagens de texto e gostam de receber informações sobre as marcas enquanto fazem compras. Nossa proposta é utilizar o melhor da Inteligência Artificial para reduzir os custos das empresas e estabelecer uma conexão emocional com as pessoas", comenta.

Outro cliente da Nama é a empresa de tecnologia mobile FS que, recentemente, colocou o seu chatbot para responder às dúvidas dos clientes relacionadas à promoção Mude de Vida, que sorteou prêmios para clientes da Ricardo Eletro. O resultado foi que, em uma semana, o assistente desenvolvido pela Nama desafogou em 90% o call center.

A marca de perfumes L'Occitane também contratou os serviços da startup paulista. Seu chatbot presta consultoria ao cliente, o ajuda a escolher o produto mais pertinente para cada situação, indica a loja mais próxima do consumidor, tira dúvidas relacionadas às formas de pagamento, prazo de entrega e eventuais trocas de produto.


Carreira
Parceria oferece 100 mil vagas gratuitas em cursos de programação

Iniciativa da Digital Innovation One e do Sindicato patronal de TI de São Paulo pretende capacitar mão de obra e identificar talentos em tecnologia. Os interessados podem, por exemplo, aprender Javascript, HTML, Reactjs, banco de dados, Python, Git, blockchain e inteligência artificial.

Empresas de software reagem a novo imposto no Rio de Janeiro

Tributo, oriundo do Fundo Orçamentário Temporário (FOT), passaria a valer a partir de 01 de janeiro, mas liminar, concedida à FIRJAN, adiou a cobrança para março. "Legislação é inconstitucional e vamos reagir", diz o presidente do TI Rio, Benito Paret.

Contrato bilionário de serviços na nuvem do TJSP com Microsoft volta à mesa com decisão do STF

Supremo suspendeu uma resolução do CNJ que obriga aos tribunais a adotarem plataforma desenvolvida pelo próprio Judiciário para tramitação eletrônica de processos.

Ministério da Justiça vai usar OTTs de mensagem para mandar intimações

Não está claro se as intimações irão por WhatsApp e Telegram ou por apenas um OTT. Os interessados têm de concordar em receber a intimação pelo celular.

Governo estuda como transferir dados para Serpro e Dataprev pós-privatização




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G