Home - Convergência Digital

China venceu a corrida pelo 5G, que terá 2020 como ano decisivo

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 13/12/2019

Apesar da série de movimentos dos Estados Unidos nesse campo, a China venceu a corrida pelo 5G. É o que afirma o relatório de análise política e comercial da consultoria americana ATKearney, que faz 10 projeções de impacto global para 2020, sendo uma delas relacionada à chegada da nova tecnologia. 

Ao listar Coreia, Japão, Cingapura e, mais devagar, a Europa, como áreas onde lançamentos também ocorreram, o relatório indica que não existem fabricantes de equipamentos de telecomunicações nos EUA capazes de competir com a chinesa Huawei e que muito do espectro está reservado para agências de defesa no país, limitando o acesso das operadoras privadas. Motivos que, acredita, desaceleram a implementação do 5G nos Estados Unidos.

Afirma, ainda, o documento, que o governo americano vai tentar financiar fabricantes europeus de tecnologia de redes para competirem com a Huawei. Mas conclui que “a grande vencedora será a China, que lançará 5G em maior escala em 2020 e terá o maior número de assinantes globalmente”. 

A análise é de que o ano de 2020 será crucial para o 5G por conta da disseminação dos lançamentos ao redor do globo. Usando os EUA como exemplo, ressalta o provável lançamento de iPhones 5G e que implementações chegarão em grandes centros como Nova York, Chicago, Los Angeles e Houston, enquanto as áreas rurais ficarão sem cobertura. 

Também faz referencia a possíveis atrasos motivados pela disseminação de desinformações, notadamente sobre riscos de saúde associados ao 5G, que geram certa resistência, alimentando oposições ao grande volume de torres necessárias em cada comunidade. 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

05/06/2020
Fake News sobre 5G gera clima tenso nos Estados Unidos

05/06/2020
Teles precisam trabalhar por PL 172/20 para liberar uso de R$ 500 milhões do FUST

04/06/2020
Com Covid-19, transformação digital acelera e exige atualização dos ERPs no Brasil

04/06/2020
Open Source perde cada vez mais espaço para o Windows nos servidores e some nos PCs

04/06/2020
Covid-19: recuperação das empresas está mais lenta e pode levar até 11 meses

04/06/2020
Brasil soma 424 milhões de dispositivos digitais em uso. Smartphone é o rei

04/06/2020
TelComp: roubos de cabos, fibras e equipamentos não deram trégua na pandemia

04/06/2020
Dataprev contrata SAS para montar time antifraude no Auxílio Emergencial

04/06/2020
Governo fica responsável pelos dados, mesmo com a venda do Serpro e Dataprev

03/06/2020
Federal de Goiás desenvolve teste rápido para Covid-19 com microchip descartável

Destaques
Destaques

Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

TIM e Claro se posicionam claramente contra a realização do leilão ainda em 2020. A Vivo se mostra mais cautelosa, mas admite que está tudo muito nebuloso por conta da economia e da pandemia de Covid-19. Todas asseguram que o momento ainda é de muito investimento no 4G e no 4,5G.

Operadoras pedem que edital do 5G traga compromissos na nova tecnologia

Mas Anatel lembra que reduzir preço das frequências para exigir investimentos que o mercado já faria naturalmente não faz sentido na licitação. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Para além da guerra da saúde pública, não adiem o leilão do 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

O setor de telecomunicações tem suportado a sobrecarga derivada da pandemia de Covid-19. Mas, reforcem essas redes com tecnologia mais avançada para prover serviços de baixa latência. Dessa forma, não se postergue o leilão das redes ditas de quinta geração (5G) e atenção à segurança cibernética.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site