Clicky

Convergência Digital - Home

CADE ativa sala segura que custou quase R$ 4 milhões

Convergência Digital
Ana Paula Lobo* - 21/10/2020

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) ativou a sala segura, contratada junto à ACECO TI, controlada pela Green4T, que custou R$ 3,967.500 milhões ao órgão público. O novo ambiente foi planejado e projetado para abrigar toda a infraestrutura tecnológica do Cade e possui diversos subsistemas de proteção contra fogo, água e gases. Na sala segura, os equipamentos e as informações estão resguardados de incidentes como incêndios, poeira, infiltrações, mudanças de temperatura, falta de energia e queda de link de comunicação.

De acordo com o CADE, além de proteger dados e sistemas, a sala segura vai abrigar o material coletado em operações de busca e apreensão realizadas pelo Cade, aumentando, dessa forma, os controles para manutenção da cadeia de custódia de objetos e bens apreendidos.

“Essa importante entrega faz parte do projeto ‘Cadeado’ que visa melhorar a segurança institucional da autarquia. Com a entrada em vigor da Lei Geral de Proteção de Dados esse projeto ganhou ainda mais importância para a segurança da informação e comunicação no Cade”, afirmou o coordenador de Tecnologia da Informação da autarquia, Vinicius Eloy.

O CADE foi um dos primeiros órgãos do Governo Federal a contratar serviço de nuvem pública. Por meio do Contrato nº 007/2019, assinado em março/2019, o Cade contratou empresa especializada em prestação de serviços de computação em nuvem, sob demanda, incluindo desenvolvimento, manutenção e gestão de topologias de aplicações de nuvem e a disponibilização continuada de recursos de Infraestrutura como Serviço (IaaS) e Plataforma como Serviço (PaaS) em nuvem pública. O contrato tem vigência de 30 meses.

*Com informações da assessoria do CADE


Ministério da Justiça escolheu nuvem da Oracle para atender ao consumidor

"A nuvem nos abre um novo catálogo de possibilidades para serviços", afirma o coordenador geral de infraestrutura e serviços do Ministério da Justiça, Leonardo Greco. Serviço consumidor.gov.br migrou para a Oracle no final de maio.

Icatu Seguros: mudar atendimento ao cliente para a nuvem foi decisão irreversível

Seguradora contratou a CXone, da NICE, para migrar, em tempo recorde, os seus funcionários para o trabalho remoto. "Tínhamos de não perder a qualidade e a eficiência e adaptar o serviço ao dia a dia das casas dos colaboradores", conta o diretor de Marketing e canais, Rafael Caetano.

Destaques
Destaques

Justiça do DF diz que dados em nuvem não têm proteção contra quebra de sigilo

Para o relator do caso, "dados armazenados em nuvem não evidenciam uma comunicação de dados" e, por isso, não estariam protegidos pela legislação. 

São Paulo concentra mais da metade das startups de Inteligência Artificial

Estudo da KPMG mostra que existem, hoje, 702 startups em atuação no segmento no País. Levantamento ainda que, desde 2012 setor atraiu US$ 839 milhões em 274 rodadas de investimento; em 2020 foram captados US$ 365 milhões.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

IA, nuvem e IoT exigem data centers mais eficientes

Por Ed Solis*

Adoção crescente de tecnologias como inteligência artificial, internet das coisas e PoE estão na lista para melhorar o desempenho das redes e a eficiência do gerenciamento.

A Covid-19 e o governo digital

Por Marcos Boaglio*

A digitalização impõe adotar uma cultura de inovação na qual se fomente a experimentação, derrubar barreiras a partir de novos veículos de aquisição e implementar uma classificação de dados moderna, assim como desenvolver capacidades para empoderar os trabalhadores para finalmente aproveitarem as novas tecnologias.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site