Clicky

GESTÃO

Contadores processam Caixa por falhas no sistema do FGTS prorrogado

Luís Osvaldo Grossmann ... 09/07/2020 ... Convergência Digital

O Sindicato de Empresas de Contabilidade de São Paulo (Sescon/SP) entrou com Mandado de Segurança contra a Caixa Econômica Federal por conta dos problemas do sistema Conectividade Social para o pagamento da primeira parcela do FGTS adiado como medida no contexto da pandemia de Covid-19. 

Os contadores alegam que “o novo programa destinado para este fim, apresenta instabilidade, intermitência e problemas, o que acarreta um desgaste enorme para os nossos representados, que não geram apenas uma guia, mas estão obrigados a gerarem dezenas ou centenas de guias para os seus clientes”.

O prazo da primeira parcela do FGTS diferido venceu na terça, 7/7. Sustenta o Sescon/SP que “escritórios contábeis não estão conseguindo efetuar o pagamento devido inconsistências e instabilidades do novo serviço da Caixa para informações declaratórias”, como foi antecipado por esta Convergência Digital”.

“Aguardamos um retorno rápido e positivo do Judiciário porque temos receio da imposição de multa, encargos e demais penalidades previstas, como, por exemplo, o bloqueio do Certificado de Regularidade”, diz o presidente do sindicato, Reynaldo Lima Jr.

Segundo ele, a Caixa “encaminhou retorno por email admitindo os problemas e a instabilidades no sistema, mas ainda não foi informado se haverá extensão de prazo". A entidade também pede a edição de um ato normativo para prorrogar o prazo, diante da comprovada instabilidade no programa.

A Caixa já alegara que “mais de 900 mil empresas aderiram à suspensão da arrecadação pela MP 927” e que “nos momentos de maior concentração de acesso, o portal pode apresentar intermitências, sendo recomendado o acesso em horários alternativos”.


Receita começa a receber tributos federais pelo Pix

Banco do Brasil é o primeiro dos agentes arrecadadores a incorporar o sistema de pagamentos instantâneos. 

LGPD: Minicom cria comitê gestor de proteção de dados

Grupo deverá escolher o encarregado de dados da pasta em sua primeira reunião. O prazo dado pela Secretaria de Governo Digital para a escolha do DPO é de 30 dias, a contar a partir da sexta-feira, 20/11.

Servidor aposentado fará prova de vida por reconhecimento facial

Sistema que confere ‘selfie’ com base da CNH e TSE já é usado em projeto piloto do INSS. Iniciativa vai envolver 10 mil servidores aposentados.

Receita prorroga, de novo, prazo para Serpro parar de divulgar NFEs a terceiros

Prazo vencia em julho, depois setembro, depois dezembro e agora vai até março de 2021. 




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G