Home - Convergência Digital

Fusão de startups nacionais cria maior comunidade de Devs da América Latina

Convergência Digital - 04/11/2020

Duas startpus nacionais especializadas em soluções de educação e crescimento profissional de desenvolvedores anunciaram a fusão dos seus negócios. Rocketseat e Shawee se juntam com o objetivo de se tornar a maior plataforma de educação em tecnologia da América Latina.

Atuando como parceiras desde 2018, as empresas enxergam o mercado de aprendizado contínuo em tecnologia como promissor. "O primeiro projeto que a Rocketseat e a Shawee construíram juntas foi o hackathon Campus Challenge, dentro da Campus Party, e a sinergia não terminou nesse projeto. Seguimos juntos até que organizamos o RS/XP, um evento de 3 dias para mais de 1000 desenvolvedoras e desenvolvedores em novembro de 2019", conta Robson Marques, cofundador e CEO da Rocketseat.

Depois disso, as duas empresas vislumbraram novas possibilidades trabalhando em conjunto, já que haviam impactado mais de 500 mil talentos em tecnologia. "Nós já atuamos em todos os estados brasileiros e em 9 países e a Shawee possui um portfólio com mais de 100 das maiores empresas do Brasil como clientes. Criamos um compromisso para formar mais de 100 mil novos programadores até o final de 2023", explica Rodrigo Terron, CEO na Shawee que passará a ser COO da Rocketseat.

Shawee e Rockeseat já são consideradas empresas focadas no impacto, formação e geração de oportunidades para talentos no mundo tecnológico. A Shawee chega com know how no B2B, enquanto a Rocketseat é munida de credibilidade no B2C com grandes corporações e startups e amplia as oportunidades aos estudantes. A união das equipes, que serão 100% mantidas, também irá ajudar diretamente na evolução das formações propostas pela Rocketseat, reforçando o conceito de lifelong learning, que ajuda o desenvolvedor a acompanhar a evolução da tecnologia em uma jornada de aprendizado contínuo. Além disso, a fusão traz uma grande perspectiva de avanço internacional, já que, nos últimos três anos, a Shawee desenvolveu uma grande rede com projetos no Vale do Silício, em Israel, em países da Europa e na América Latina.

As duas grandes empresas da área de tecnologia ainda tem como objetivo formar um grande ecossistema de talentos e empresas. "A velocidade com que a tecnologia evolui deixa tanto empresas quanto profissionais obsoletos muito rápido, e a melhor forma de garantir a evolução contínua de ambos é caminhando juntos. Somando a comunidade da Shawee e da Rocketseat, já somos mais de meio milhão de programadores em busca de um mesmo objetivo. E a nossa expectativa é que esse número triplique nos próximos 3 anos", comenta Robson.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

29/03/2021
IBM oferece a primeira certificação quântica para desenvolvedores

11/03/2021
ThoughtWorks abre vagas exclusivas para mulheres desenvolvedoras

12/02/2021
Laboratória abre inscrições para bootcamp de programação exclusiva para mulheres

29/01/2021
Empresas fora da área de TI se unem e oferecem 100 mil bolsas gratuitas para formação de desenvolvedores

14/01/2021
SENAC e empresas de TI se unem e formulam curso de programação Full-Stack

05/01/2021
Accenture e Gama Academy abrem 60 vagas para capacitação de programadores

24/11/2020
paySmart-Elo promovem maratona de desenvolvimento

04/11/2020
Fusão de startups nacionais cria maior comunidade de Devs da América Latina

02/10/2020
edTech nacional cria escola para formar programadores Web

21/09/2020
Julia, R e Scala: as linguagens de programação para ciência de dados

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Muito além do modismo. Muito prazer, Python!

Por Guilherme Lima*

Além de aumentar a produtividade do desenvolvedor, muitas vezes, a linguagem Python vai além de linguagens compiladas ou estaticamente tipadas, como C, C ++ e Java. É importante lembrar que o código Python tem, normalmente, de um terço a um quinto do tamanho do código C ++ ou Java, por exemplo. Isso significa que há menos para digitar, depurar e menos para manter após o fato.

Destaques
Destaques

TIC incorporou 59 mil novos profissionais e gerou 1,62 milhão de empregos em 2020

Apesar da adversidade econômica e social com a Covid-19, TIC manteve a empregabilidade em alta. "Respondemos à desoneração da folha de pagamentos cumprindo o que nos cabia. Gerar empregos", afirmou o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.

Marcos Pontes: O Brasil dá muito pouco valor ao ensino técnico

Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação advertiu que no Brasil esse apoio está muito aquém do desejado. Marcos Pontes também defendeu a concessão de incentivo para a contratação de mestres e doutores pelas empresas privadas.

Receita Federal: Saiba como declarar jornada reduzida no Imposto de Renda

A maior parte dos funcionários do setor de TICs foi incluído no Benefício Emergencial de Preservação de Emprego e da Renda (BEm) em 2020 como medida para aliviar o impacto econômico da Covid-19. Fisco orienta como acertar as contas.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site