Home - Convergência Digital

Reino Unido politiza 5G; tem custo de até R$ 10 bilhões e deflagra embate global

Convergência Digital* - 14/07/2020

O xadrez que envolve a relação entre os Estados Unidos, no governo Trump, e a China, teve nesta terça-feira, 14/07, um fato explosivo e deflagrador de um round global:o Reino Unido baniu a chinesa Huawei dos projetos 5G. A politização do uso da tecnologia terá impacto relevante à economia do Reino Unido: o próprio governo admite que o 5G deverá atrasar de dois a três anos no Reino Unido, além de um custo projetado a mais de até R$ 10 bilhões.

"Não tomamos essa decisão de ânimo leve e admitimos que isso vai atrasar a nossa implantação do 5G", reportou à Câmara dos Comuns, o Secretário de Estado do Reino Unido para Digital, Cultura, Mídia e Esporte, Oliver Dowden. As operadoras estão proibidas de usar a Huawei no 5G até 2027. Até então, por decisão tomada em janeiro, a fabricante chinesa podia ser usada em até 35%  das infraestruturas.

As operadoras BT e Vodafone - efetivas compradoras da tecnologia-  se mostram preocupadas com a possibilidade de o banimento vir a ser estendido para outras infraestruturas. As duas teles informaram que a remoção dos equipamentos da fabricante chinesa levaria de cinco a sete anos para evitar uma interrupção dos serviços aos consumidores.

No Brasil, já há a especulação que o 5G não será apenas técnico, mas político. Caso o presidente Jair Bolsonaro venha a intervir no 5G brasileiro e impedir a participação da Huawei, e replicar o modelo do Reino Unido, as operadoras teriam um trabalho considerável. A maior parte da infraestrutura da telefonia móvel usa equipamentos da Huawei.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

06/08/2020
Huawei não pode ser usada para atrasar ainda mais o leilão 5G

06/08/2020
Se Anatel quiser, redes privadas não precisam esperar o leilão 5G

06/08/2020
Huawei usa robôs em centro de distribuição no Brasil com uso do 5G industrial

04/08/2020
Reino Unido contraria teles e confirma leilão 5G para janeiro de 2021

29/07/2020
Investimentos em 5G vão dobrar em 2020 e serão maiores que 4G até 2022

29/07/2020
Estados Unidos fazem ameaça velada ao Brasil por 5G

28/07/2020
A10 e CLM lançam laboratório de capacitação em IoT/5G

27/07/2020
Sem testes de campo, Anatel adia consulta sobre faixa de 3,5 GHz no 5G

27/07/2020
Deutsche Telekom já instalou 30 mil antenas 5G

22/07/2020
Holanda fatura R$ 7 bilhões em primeiro leilão 5G

Destaques
Destaques

Venda de smartphones piratas dispara 135% no 1ºtri no Brasil

Tombo no primeiro trimestre foi de 8,7% - e chegou a 22,4% entre os aparelhos mais simples. Alta do dólar e a falta de componentes impactaram a venda dos dispositivos no país.

Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

Pesquisa da Omdia, ex-Ovum, em parceria com a Nokia, mostra que, nos próximos 15 anos, o 5G vai gerar R$ 5,5 trilhões para o País, sendo o governo beneficiado com o adicional de quase R$ 1 bilhão em receita com os serviços 5G.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site