Clicky

SEGURANÇA

Hackers miram ataque massivo ao Active Directory da Microsoft

Convergência Digital ... 27/10/2020 ... Convergência Digital

O malware Emotet, que circulou no começo do ano infectando computadores e servidores em todo o mundo, voltou a ser ativado pelo grupo hacker “Mummy Spider”. O malware espalha três grandes botnets por meio de campanhas de phishing que podem rapidamente infectar o Active Directory, da Microsoft, usando ataques de força bruta. O código malicioso pode ser um meio também para ataques de ransomware.

“A única forma de coibir esse tipo de ação é rastreando rotinas de comportamento de usuários e utilizando modelos preditivos que possam rastrear e identificar a ação do Emotet na rede, em e-mails, proxy e arquivos de sistemas. A ação dos criminosos costuma ser rápida e as perdas grandes. Com a LGPD, agora as empresas serão cada vez mais responsabilizadas por vazamentos e roubos de informações sensíveis”, alerta Carlos Rodrigues, vice-presidente da Varonis para América Latina.

O Emotet é um malware que surgiu em 2014 como um banking trojan, e evoluiu para se tornar um distribuidor de outros malwares ou campanhas maliciosas. Uma vez instalado na vítima, o código passa a disparar campanhas de spam para roubar dados bancários e se espalhar dentro das redes. São mensagens de cunho sensacionalista ou falsas informações indispensáveis à vítima, com anexos em Word ou URL vinculados a downloads. Na hora em que o usuário faz o download, o Emotet é instalado.

O problema é que o Emotet – até pela sua idade e circulação—utiliza anos de contatos já capturados anteriormente e endereços de e-mails que vêm sido obtidos e armazenados muito antes de qualquer sinal de invasão. Quando o usuário recebe o phishing, a engenharia social garante que o usuário permita que o vírus se instale. Outro problema é que o Emotet é invisível aos filtros de email e qualquer tipo de proteção endpoint, elevando o risco de que sua detecção aconteça tarde demais.

 


Serpro renova contrato de R$ 2,3 milhões com IBM para recuperação de desastres

Firmado inicialmente em 2018, contrato por inexigibilidade de licitação envolve suporte e assinatura do sistema de continuidade GDPS. 

Ministério da Saúde tem nova falha e vaza dados de mais de 200 milhões de brasileiros

Depois de admitir que houve o vazamento de informações de 16 milhões de brasileiros na semana passada, uma nova falha foi denunciada pelo jornal O Estado de São Paulo. Dados teriam ficado exposto por pelo menos seis meses.

Cisco: Covid-19 mostrou que cibersegurança passa por pensar no extremo

"É um erro associar cibersegurança ao firewall. Esse é um olhar do passado. O presente e o futuro une software à Inteligência artificial e tudo passa pela nuvem", pontuou o CEO da Cisco Brasil, Laércio Albuquerque.

Divulgação voluntária de vazamento de dados traz resultado para o bolso das empresas

Pesquisa global aponta que no caso das PMEs, quando o incidente é relatado proativamente, perda é da ordem de R$ 480 mil, mas quando feito por terceiros, chega a R$ 850 mil. 



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G