INOVAÇÃO

Oi Futuro e Sebrae lançam edital de aceleração para empreendedores

Convergência Digital ... 12/12/2019 ... Convergência Digital

O Oi Futuro e o Sebrae RJ lançaram nesta quinta-feira, 12/12, o Edital Labora + Sebrae, voltado para empreendedores que usam a tecnologia em negócios que geram soluções escaláveis para as questões sociais e ambientais. O ciclo de aceleração vai selecionar até 20 negócios de impacto social para receberem apoio técnico - com workshops coletivos, consultorias customizadas e mentorias individualizadas em gestão e tecnologia por seis meses. Além de terem acesso gratuito ao espaço de coworking do Lab Oi Futuro, as três startups mais bem avaliadas poderão concorrer a prêmios de até R$ 25 mil no final do programa.

Empreendedores de todo o país podem se inscrever pelo site do Oi Futuro: www.oifuturo.org.br/editais, de 06 a 24 de janeiro de 2020. Para participar, os negócios devem atender às seguintes premissas:

·Ter como centralidade de seu negócio a geração de impacto social e/ou ambiental positivo na sociedade, solucionando algum problema coletivo;

·Demonstrar capacidade de geração de receita, mesmo que tendo realizado ainda poucas vendas;

·Ter expectativa de impulsionar seu crescimento por meio do uso da tecnologia e da melhoria da gestão;

·Estar baseado ou ter impacto no estado do Rio de Janeiro;

·Estar disponível para participar das etapas presenciais no Rio de Janeiro (capital);

“Com o Edital Labora + Sebrae, o Oi Futuro pretende fortalecer o ecossistema do empreendedorismo de impacto social no Brasil, estimulando boas ideias que colocam a tecnologia a serviço da inclusão, da diversidade e da sustentabilidade”, diz Carla Uller, gerente executiva de Educação, Inovação Social e Comunicação do Oi Futuro, instituto de inovação e criatividade da Oi.

Com seis meses de duração, o ciclo de aceleração é composto de mentorias, consultorias e workshops oferecidos por especialistas em gestão, tecnologia e impacto social. Os empreendedores terão acesso ao espaço de coworking Lab Oi Futuro, que conta com estações de trabalho, estúdio de som, ateliê criativo, auditório e área para palestras e workshops, em um ambiente idealizado para estimular a experimentação e a colaboração. Os selecionados também serão integrados às redes do Labora, laboratório de inovação social do Oi Futuro, e do Sebrae/RJ para troca de experiências, oportunidades de capacitação e prospecção de investidores e parceiros.

Cada negócio participante receberá formação em gestão com metodologia do Sebrae, consultoria e mentoria customizada em tecnologia. O Sebrae/RJ e Oi Futuro subsidiarão a maior parte do custo operacional do ciclo de aceleração, ficando sob a responsabilidade dos selecionados a contrapartida de R$ 600,00 ou 5x R$ 120,00. O pagamento deverá ser feito diretamente ao Sebrae/RJ. O Oi Futuro e o Sebrae RJ vão conceder três bolsas de participação integrais, de acordo com análise do perfil socioeconômico dos candidatos.


Cloud Computing
IA Carol, da TOTVS, liderou força-tarefa por soluções no combate à Covid-19

A ferramenta de inteligência artificial  da empresa de ERP foi usada para desenvolver soluções emergenciais como registro de ponto remoto e de entrega de alimentação pelos apps, conta o VP da companhia, Marcelo Eduardo Cosentino. Sobre a LGPD, o executivo diz que a tarefa mais complexa é mudar o tratamento do dado nas companhias.


Indústria de semicondutores reage à liquidação da Ceitec

Em nota, associação nacional do setor indica “preocupação” com a medida. “Liquidação distanciará ainda mais o Brasil do conhecimento de ponta.”

OBr.Global promove bootcamps Live sobre empreendedorismo

Aceleradora, especializada em internacionalização das empresas, ensinará técnicas adotadas no Vale do Silício, nos EUA.

Política de informática foi feita para o hardware, mas deu certo com o software

Para Sílvio Meira, a estratégia que o Brasil quer desenhar para Inteligência Artificial precisa desafiar à produção nacional para trazer os resultados pretendidos.

Open Banking faz XP ir às compras no Brasil

XP anunciou a aquisição de participação majoritária na fintech Fliper, responsável, hoje, por mapear R$ 7 bilhões lem investimentos na sua plataforma.

Software livre venceu e desapareceu. Agora tudo é serviço.

Como lembrou o cientista e professor Sílvio Meira, ao participar do Convergência Digital em Pauta, até o Windows passou a rodar sobre fundação Linux.  O mundo, hoje, é de quem tem o serviço como diferencial de concorrência.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G