Clicky

GOVERNO

Serviços digitalizados evitaram 65 milhões de visitas a órgãos públicos

Convergência Digital* ... 07/08/2020 ... Convergência Digital

Os 840 serviços públicos digitalizados nos últimos 18 meses propiciaram acessos equivalentes a 65 milhões de atendimentos que deixaram de ser realizados fisicamente, segundo calcula a Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia. 

A conta considera os atos que passaram a ser realizados inteiramente de forma remota e que antes das aplicações via internet exigiam a presença em algum órgão público. Caso, por exemplo, da emissão da Carteira de Trabalho digital, que tem 5 milhões de solicitações por ano.

O Auxílio Emergencial de R$ 600 é o caso de serviço criado durante a pandemia de coronavírus mais demandado. Dos serviços digitalizados nos últimos 18 meses, estão entre os de utilização mais massiva – além da Carteira de Trabalho –  a Carteira Digital de Trânsito e os oferecidos pelo Meu INSS (do Instituto Nacional de Seguro Social). São especialmente acessados nos aplicativos desenvolvidos pelo governo, além do portal gov.br.

Abono Salarial, Seguro Desemprego e Carteira de Trabalho Digital são exemplos de serviços transformados ainda antes da pandemia que tiveram a procura digital duplicada ou triplicada nos últimos meses, lista a SGD. 

* Com informações do Ministério da Economia


Liminar suspende processo de liquidação do Ceitec pelo governo Bolsonaro

Justiça Federal no Rio Grande do Sul acatou pleito em ação civil pública e determinou a suspensão da assembleia que nomearia liquidante da estatal do chip, localizada em Porto Alegre.

À espera de correção no imposto sobre componentes, indústria maneja estoques

Segundo Abinee, com a demora na publicação de nova resolução Gecex, fabricantes postergaram embarques para evitar imposto de importação. Ministério da Economia diz que novo texto já foi aprovado. 

PPI: Satélite é ponto sensível em venda da Telebras; governo adia privatização do Serpro e da Dataprev

Novo calendário de privatizações passa as estatais de TI para 2022, junto com a Telebras. Mas antes, plano precisa apontar o que fazer com inclusão digital e segurança nacional. 

Cadastrão de dados do governo afronta a LGPD e precisa ser revisto

“Embora o compartilhamento de dados seja muito útil à máquina pública, não vai funcionar sem anteparos que protejam contra abusos”, aponta o advogado, professor e representante da Câmara ao Conselho Nacional de Proteção de Dados, Danilo Doneda.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G