INOVAÇÃO

Empresas nacionais reclamam da burocracia e deixam de investir em Inovação

Convergência Digital ... 01/07/2020 ... Convergência Digital

Um estudo inédito no Brasil, realizado pelo Instituto Eldorado,  buscou avaliar o interesse das empresas em pesquisa, desenvolvimento e inovação na área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC). O levantamento sugere que grande parte das empresas brasileiras não adota novas tecnologias. 

A pesquisa apontou que mais da metade da amostra realiza P&D em TIC e dois terços já realizam algum investimento nas novas tendências do mercado. No entanto, 47% das participantes afirmaram possuir pouco ou nenhum conhecimento das novas tecnologias.

A pesquisa, que ocorreu entre outubro e novembro de 2019, foi realizada com a participação de 87 empresas. No estudo foram levantadas e validadas hipóteses sobre como a inovação aberta e tecnologias TIC estão sendo discutidas e aplicadas no mercado.

O estudo também mostrou que há uma grande oportunidade no investimento em P&DI nas empresas que faturam até R$ 500 milhões, por meio de instrumentos governamentais existentes. Aquelas que ainda não fazem uso desses recursos citam a burocracia e o desconhecimento como os principais fatores para a não utilização dos incentivos.

No quesito inovação, 58% das empresas praticam algum tipo de inovação aberta, índice que está abaixo da média global. Seus principais desafios são a gestão da mudança organizacional interna, a identificação de novas fontes de inovação e a gestão do relacionamento com as fontes de inovação externas.

Aquelas que praticam inovação aberta, em sua maioria, realizam parcerias com universidades, Institutos de Ciência e Tecnologia (ICTs) e Institutos de Pesquisa. Segundo o estudo, entre os principais fatores de escolha de ICTs estão a infraestrutura para P&D, o know-how técnico e qualidade da solução/pesquisa.

Por fim, a pesquisa aponta ainda que para fomentar a competitividade do Brasil em inovação é necessário agir sobre diferentes pilares, acelerando o movimento de transformação. São eles:

Aumento do entendimento dos parceiros no sistema de inovação aberta;

Alinhamento entre oferta e demanda de inovação;

Simplificação do acesso a recursos;

Ampliação e simplificação do acesso a crédito para PMEs.

O estudo completo do Instituto Eldorado pode ser acessado aqui.


Tecnologias vestíveis crescem 21%, mesmo com câmbio alto e pandemia

Segundo a IDC, foram vendidos 208,3 mil dispositivos como ‘fitbands’ e ‘smartwaches’ no Brasil no segundo trimestre deste 2020. 

Startup nacional é acelerada para avançar no uso dos robôs de investimento

Solução da Allê Invest foi escolhida pelo Hupp, programa de aceleração da Abrapp - Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar - para ser acelerada. Mercado é estimado em US$ 18 trilhões no mundo, em 2025.

Disputa pelos 'sem banco' acirra guerra entre bancos e fintechs de pagamento

Pesquisa, feita pela Temenos, em 32 países indica que 29% dos executivos de instituições financeiras mostra que um de cada três bancos vê as fintechs como ameaça principal aos seus negócios.

Covid-19: software para laboratórios permite colher dados de 5 mil pacientes por dia

Tecnologia da Fundação CERTI coleta informações em até 1 minuto e resolve o gargalo da demora nos testes em larga escala e adequado à Lei Geral de Proteção de Dados.

Inovação, mesmo antes da Covid-19, sai do centro da prioridade na América Latina

Pesquisa mostra que o compromisso das empresas caiu bastante em 2020, e os dados foram apurados antes do impacto da pandemia nos negócios.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G