NEGÓCIOS

BR Distribuidora: A TI não pode se esconder atrás dos processos para se defender

Da redação ... 23/09/2019 ... Convergência Digital

Para a TI ser protagonista, ela precisa entender que não é mais meio, mas fim para que o negócio aconteça em qualquer empresa que tenha como objetivo permanecer no mercado, afirma o CIO da BR Distribuidora, Aspen Andersen. Segundo ele, a TI não pode se defender ou se esconder atrás dos processos, que são importantes, mas que precisam integrar os negócios.

"Sei que não é simples mudar. Mas tem de entender que do jeito que era não funciona mais", adiciona Aspen Andersen. Mas para essa guinada acontecer, o alto escalão precisa 'comprar' o novo modelo. "A tolerância às falhas é crucial. É claro que é preciso errar e consertar logo, mas se as pessoas ficarem travadas e congeladas para não errar, ninguém vai tentar nada de diferente", observa o CIO.

Com relação às novas tecnologias, Aspen Andersen, que conversou com a CDTV, do portal Convergência Digital, durante o Rio Info 2019, realizado nos dias 16 e 17 de setembro, no Rio de Janeiro, diz que na BR Distribuidora a questão não é sobre tecnologia, mas qual problema deve ser resolvido. "A tecnologia vem para tentar ajudar o problema que precisa ser resolvido. Não é pensar em um projeto de IoT, de Inteligência Artificial. Mas em como o problema que a empresa tem vai ser resolvido". Assistam a entrevista com o CIO da BR Distribuidora, Aspen Andersen.


Cientista de dados vai muito além de um analista de BI

São os cientistas de dados que têm capacidade de levar milhares de variáveis em consideração para definir a melhor tomada de decisão, pontua Luiz Malere, gerente de customer advisor e inovação do SAS.

Cenário ainda é nebuloso, mas aumenta a confiança na indústria eletroeletrônica

Após quatro quedas consecutivas, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) do Setor Eletroeletrônico, aumentou 9,3 pontos no mês de junho em relação a maio, mas ainda fica abaixo dos 50 pontos, indicando o receito das empresas com relação ao impacto da Covid-19.

Bradesco: Open Banking tem regulamentação agressiva e será uma agenda de ataque

O conselheiro do banco, Maurício Minas, diz que os grandes bancos vão adotar técnicas de defesa frente à concorrência, sem deixar de partir ao ataque. "Nós temos funding, balanço e credibilidade", salientou. Bradesco promete o uso massivo das nuvens híbridas.

Câmbio pressiona componentes e repasse vai chegar ao consumidor

Em sondagem realizada pela Abinee,  69% das empresas reportaram "pressões acima do normal".  O custo do frete também impacta os preços em tempo de redução de produção por conta da Covid-19.

Banco Bari e Paraná Banco unem transformação digital ao Open Banking

O Pari, nascido 100% digital, e o Paraná Banco, com 40 anos de atividades, identificam no Open Banking a oportunidade de avançar e consolidar linhas de serviços.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G