GOVERNO

Ex-VP de TI da Vivo assume comando da Dataprev

Luís Osvaldo Grossmann ... 01/03/2019 ... Convergência Digital

Indicada há um mês pelo ministro da Economia Paulo Guedes, assumiu formalmente na quinta, 28/2, a nova presidente da Dataprev, Christiane Almeida Edington, primeira mulher a liderar a estatal de tecnologia. A posse se deu durante a reunião do Conselho de Administração da empresa.

Formada e pós graduada em processamento de dados e engenharia de software, Christiane Edington ficou quase uma década à frente da tecnologia da Telefônica/Vivo. Baiana, passou pela Telebahia Celular antes de assumir como vice presidente de TI da Vivo, onde ficou até 2016.

Segundo a Dataprev, a nova presidente é membro do Conselho de Administração das Lojas Renner e participa também do Conselho Assessor da CIONET, rede mundial de líderes de TI. Integrou, ainda, o Conselho de Administração da LIQ, além de ter atuado como conselheira em várias empresas.


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Telebras aumenta capital em R$ 1,59 bilhão e cobra calote da FIFA

Acionistas aprovaram a medida - uma reação à privatização pretendida pelo Governo Bolsonaro - e o capital da estatal passará a ser de R$ 3,1 bilhões. Estatal também foi à Justiça para cobrar R$ 9,2 milhões da FIFA por serviços prestados na Copa do Mundo de 2014.

Com novo marco das teles, governo prepara leis para Fust, antenas e datacenters

MCTIC resgata agendas antigas e aponta para regra nacional que dispense antenas de 5G do licenciamento municipal, enquadrando-as como mini-ERBs. 

Autoridade de Dados vai ser a fiscal do compartilhamento de dados do Governo

As regras para o compartilhamento de dados foram estabelecidas no decreto 10.046, mas tudo terá o crivo da ANPD, diz Ciro Avelino, do Governo Digital.

Comitê de dados vai expedir orientações em 90 dias

“Dados interoperáveis, estruturados e automatizados convergem com a LAI e a LGPD. A ideia é que os órgãos conversem para não fazer do cidadão um agente cartorário”, diz o secretário adjunto de governo digital, Ciro Avelino.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G